Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

Sete benefícios de escolhas conscientes para a saúde

Imagem
Longevidade, economia com gastos médicos, autoestima e bom funcionamento do organismo são algumas das melhorias, basta dar o passo inicia
Já é sabido que uma boa alimentação e a inclusão das atividades físicas na rotina tem total influência na saúde. Na teoria parece fácil, mas a prática exige muita dedicação e comprometimento na busca por um estilo de vida mais saudável, o que em outras palavras também pode ser chamado de escolhas conscientes, em que os benefícios são inúmeros e devem ser considerados com atenção.
De acordo com Marcia Daskal, nutricionista e proprietária da Recomendo Assessoria em Nutrição, as pessoas são responsáveis pelo estilo de vida que decidem ter e a alimentação também é um reflexo: “Dentro de uma dieta equilibrada, mais importante do que contar calorias é levar em consideração a variedade dos ingredientes que compõem uma refeição e a quantidade”, explica.
Já o preparador físico Marcio Atalla salienta o cenário preocupante do sedentarismo. “Apenas 35% da populaçã…

Meias esportivas de compressão

Imagem
Será que todo mundo pode usar as meias esportivas de compressão? Angiologista e cirurgiã vascular do corpo clínico do Hospital Albert Einstein esclarece a indicação das estilosas meias que podem trazer grandes benefícios para atletas — profissionais e amadores
 Verdes, roxas, rosas, azuis. Elas são coloridas e dão um toque "fashion" aos atletas, mas possuem uma lista funcional de inúmeros benefícios: "A meia elástica esportiva tem compressão graduada que pode variar de 15-23 mmHg até 20-30 mmHg dependendo do fabricante e é capaz de: melhorar o retorno venoso, manter a musculatura aquecida, reduzir a fadiga muscular, acelerar a recuperação, diminuir a incidência de câimbras e dores na panturrilha, além oferecer efeito benéfico durante o exercício — o que pode melhorar a performance", explica a cirurgiã vascular e angiologista Dra. Aline Lamaita, médica do corpo clínico do Hospital Albert Einstein. "Inicialmente com uso somente de atleta…

10 truques de um especialista em emagrecimento para facilitar a dieta

Imagem
Mudar hábitos, adequar receitas e buscar novos ingredientes são algumas das ações tomadas por quem quer transformar a alimentação e encontrar uma vida magra e saudável. Rodrigo Polesso, especialista em Nutrição Otimiza para Saúde e Bem Estar pela Universidade Estadual de San Diego e criador do Código Emagrecer De Vez, programa online que tem como foco a reprogramação eficiente e definitiva do corpo para queima de gordura e fortalecimento da saúde, já presenciou diversas histórias de quem segue suas diretrizes. “Quem está realmente disposto a mudar consegue feitos incríveis apenas com as mudanças na alimentação, mas existem alguns truques importantes que podem facilitar o processo”, destaca.
1– Foque no objetivo final: Polesso ensina que o ideal é estar focado na tendência dos resultados e não nos resultados pontuais de cada dia ou semana. “Isso vai te proteger da frustração. Lembre-se que você está no jogo para ganhar, e não se ganha esse jogo em apenas uma semana”, incentiva. Segundo o…

Alimentos ricos em cálcio para promover a saúde óssea

Imagem
Atitudes de cuidado e prevenção chamam atenção para o dia mundial de combate à osteoporose, comemorado em 20 de outubro
A osteoporose é uma doença que se caracteriza pela diminuição de massa óssea, deixando os ossos mais frágeis e quebradiços e levando a um aumento no risco de fraturas. Conhecida por ser uma doença silenciosa, raramente apresenta sintomas antes de acontecer algo mais grave - uma fratura óssea - e mundialmente, estima-se que ocorre uma fratura osteoporótica a cada 3 segundos. Mas engana-se quem pensa que essa patologia deve ser tratada somente na velhice. A prevenção da perda de massa óssea é o grande segredo para o combate à osteoporose.
As mulheres precisam estar mais atentas, pois são as mais atingidas pela doença. Os ossos recebem forte influência do estrogênio, um hormônio feminino que ajuda a manter o equilíbrio entre a perda e o ganho de massa óssea e, na menopausa, os níveis desse hormônio caem bruscamente. Com esta queda, os ossos passam a se descalcificar, torn…

Oito em cada dez pessoas podem vir a ter problemas de coluna

Imagem
Aposto que agora ou em algum momento do seu dia você ou alguém que você conhece se queixe de dor nas costas. Você sabia que a dor nas costas já é o principal motivo pelos afastamentos do trabalho de acordo com dados do INSS? Além disso, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), afirmam que oito em cada dez pessoas terão algum problema de coluna durante a vida. A boa notícia é que a maior parte dos casos podem ser evitados.
O Prof. Dr. Joe Rosário, fisioterapeuta phD em coluna e fundador da rede de clínicas Doutor da Coluna, criou um auto-teste que pode ser feito em casa, para detectar  problemas de postura. 
Auto-teste para Problemas Posturais – O Teste da parede Em pé, toque a parede com a parte de trás de sua cabeça. Deixe os calcanhares a uns 10 centímetros da parede. Com suas nádegas tocando a parede, verifique a distância com a mão entre a sua parte inferior das costas (lombar) e a parede, e entre seu pescoço e a parede. Se a parte inferior das costas está a 4 centímetros da pared…

11 de outubro é o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade

Imagem
Sobrepeso e obesidade infantil crescem de maneira alarmante no Brasil  Os números assustam: uma em cada três crianças de 5 a 9 anos está acima do peso; A combinação de videogame, falta de atividade física e má alimentação está formando uma geração obesa que será afetada por doenças antes conhecidas apenas na vida adulta. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), até 2025 o número de crianças com sobrepeso e obesidade pode chegar a 75 milhões.

Falta de atividade física associada à má alimentação é uma combinação muito perigosa. Muitas vezes os próprios pais são os culpados, já que muitas vezes é mais fácil e prático optar por alimentos prontos ou fast food.

A obesidade, que já é considerada uma epidemia, altera totalmente o funcionamento do corpo. Problemas que costumam afetar apenas adultos passam a ser detectados em crianças e adolescentes, como hipertensão, colesterol alterado, diabetes tipo 2, depressão, ansiedade, estresse, síndrome do pânico, enxaqu…

Quanto custa o exame genético para detectar risco de câncer de mama?

Imagem
Você sabia que o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo inteiro? Para que se tenha ideia, só em 2016, são esperados 57.960 novos casos, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca). No Brasil, foram 14.622 mortes em 2014. Por isso, sim, precisamos falar sobre o câncer de mama. O Outubro Rosa foi criado justamente com esse intuito, reforçando que todas nós podemos contribuir com o controle da doença.
Além do autoexame e da mamografia – recomendada a cada dois anos para mulheres entre 50 e 69 anos –, muitas mulheres vêm considerando o teste genético que detecta o risco hereditário do câncer de mama. Ele ficou muito famoso em 2013, quando a atriz Angelina Jolie retirou completamente ambos os seios após descobrir que seu risco de desenvolver a doença era de 87%.
Como o teste genético funciona
O objetivo deste exame é detectar mutações em alguns genes que aumentam o risco de desenvolver a doença, especialmente o BRCA1 e BRCA2, envolvidos em até 80% dos casos de câncer…

A vida pede atitude. Movimente-se

Imagem
Neste Outubro Rosa, a Sociedade Brasileira de Mastologia lança em todo o Brasil a campanha “A vida pede atitude. Movimente-se: faça mamografia anualmente”. A SBM quer mostrar que a vida pede uma atitude e que as mulheres podem aproveitar o movimento do Outubro Rosa para iniciar uma mudança de hábitos em sua rotina, como praticar exercícios físicos, ingerir alimentos saudáveis e realizar os exames preventivos. “Queremos mostrar que isso é essencial durante toda a vida para evitar não só o câncer de mama, mas outras doenças”, explica o presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, Ruffo de Freitas Junior. Pesquisadores membros da Sociedade Brasileira de Mastologia acabam de concluir um estudo que revela que o risco de ter câncer de mama aumenta consideravelmente em mulheres na pré e pós-menopausa que apresentam excesso de gordura corporal especialmente na região abdominal. O estudo também mostrou que as altas medidas da circunferência da cintura também provocam um risco aumentado p…