Instagram

Seguir por Email

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Oito em cada dez pessoas podem vir a ter problemas de coluna




Aposto que agora ou em algum momento do seu dia você ou alguém que você conhece se queixe de dor nas costas. Você sabia que a dor nas costas já é o principal motivo pelos afastamentos do trabalho de acordo com dados do INSS? Além disso, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), afirmam que oito em cada dez pessoas terão algum problema de coluna durante a vida. A boa notícia é que a maior parte dos casos podem ser evitados.

O Prof. Dr. Joe Rosário, fisioterapeuta phD em coluna e fundador da rede de clínicas Doutor da Coluna, criou um auto-teste que pode ser feito em casa, para detectar  problemas de postura. 

Auto-teste para Problemas Posturais
– O Teste da parede  
Em pé, toque a parede com a parte de trás de sua cabeça. Deixe os calcanhares a uns 10 centímetros da parede. Com suas nádegas tocando a parede, verifique a distância com a mão entre a sua parte inferior das costas (lombar) e a parede, e entre seu pescoço e a parede. Se a parte inferior das costas está a 4 centímetros da parede e o pescoço também tem esta distância, você tem boas chances de ter uma boa postura da coluna. Se não, sua postura pode precisar de atenção profissional para restaurar as curvas normais da coluna.

O Teste do espelho (vista dianteira)
Fique em frente a um espelho de corpo inteiro e verifique:
1 – Se seus ombros estão nivelados;
2 – Se sua cabeça é reta e os olhos estão nivelados;
3 – Se os espaços entre os seus braços e os lados do tronco parecem iguais;
4 – Se seus quadris estão nivelados e seus joelhos apontados para a frente;
5 – Se seus tornozelos estão em posicionados numa linha reta;

– Vista lateral
Fica mais fácil de fazer com a ajuda de outra pessoa, ou tirando uma foto. Verifique o seguinte:
1 – Se a cabeça está bem em cima do corpo, nem muito para trás nem muito para frente;
2 – Se o queixo está paralelo ao chão, não inclinando nem para cima, nem para baixo;
3 – Se os ombros estão em linha com o tronco, nem muito para traz, nem muito para frente;
4 – Se o quadril está muito para frente ou para trás em relação ao tronco;
5 - Se os joelhos estão retos

Nenhum comentário:

Postar um comentário