Postagens

20 de outubro: Dia Mundial da Osteoporose

Imagem
Dia Mundial da Osteoporose: Conheça e saiba como prevenir a doença Condição pode afetar a qualidade de vida e causar lesões graves
A osteoporose é uma doença que causa o enfraquecimento dos ossos, por meio da perda progressiva e assintomática da massa óssea. Sua incidência está relacionada diretamente com fraturas nas pernas, braços, coluna e até mesmo pescoço. É uma condição médica perigosa que pode, inclusive, diminuir a qualidade de vida ou até mesmo a locomoção do indivíduo, principalmente nos casos de idosos. No dia 20 de outubro, comemora-se o Dia Mundial da Osteoporose, com o intuito de conscientizar a população sobre a importância da prevenção da doença.  O Dr. Márcio Elias, médico de Neo Química, esclarece as principais dúvidas sobre o tema:
O que é a osteoporose? É uma doença que causa a perda progressiva da massa óssea de forma degenerativa. As pessoas com osteoporose vão perdendo a capacidade de renovação das células dos ossos, o que as torna frágeis e suscetíveis à lesões. A …

LOW CARB OU LOW FAT?

Imagem
Você sempre seguiu a dieta da moda? Dê adeus aos mitos e saiba se vale a pena cortar carboidratos ou se é melhor consumir alimentos com baixo teor de gordura.
Esqueça a ideia de que comer a cada três horas emagrece. Certamente você já deve ter ouvido falar que se alimentar várias vezes ao dia com pequenas porções é a fórmula mágica para emagrecer. “Mito”, afirma o nutrólogo e especialista em medicina esportiva, Dr. Flavio Madruga.
O hábito tem uma relação muito mais próxima ao senso comum do que à uma recomendação médica. “Na verdade, esse mito de comer de 3 em 3 horas, além de não auxiliar no emagrecimento, não sacia o organismo e acaba deixando a pessoa com mais fome durante todo o dia e aumenta as chances de que desenvolva uma compulsão alimentar, afirma Madruga. Acelerar o metabolismo está muito mais relacionado ao tipo de alimento ingerido do que ao período entre as refeições. O ideal é fazer uma alimentação completa, com boas fontes de gorduras, proteínas e vitaminas (dos vegetais)…

Teste de tapiocas mostra que ainda há marcas com sódio demais, diz PROTESTE

Imagem
Associação avaliou 15 marcas vendidas em todo o país e constatou que o consumidor pode estar colocando no prato sódio e conservantes sem necessidade.
A tapioca ganhou as mesas de todo o país recentemente. Além de ser um alimento versátil, pode ajudar a manter a forma. Não é à toa que o consumo do produto industrializado (goma pronta) vem crescendo no mercado. Por conta disso, a PROTESTE, Associação de Consumidores, testou, pelo segundo ano consecutivo, 15 marcas para o consumidor saber o que anda colocando no seu prato.

Os resultados foram positivos e nenhum produto teve classificação tão baixa a ponto de ser eliminado do teste, porém, ainda é preciso que os consumidores fiquem de olho para não comprar uma tapioca com muito sódio e conservantes sem necessidade. De acordo com o rótulo, a tapioca Dai Alimentos, por exemplo, traz 21 mg de sódio em 100 g, quase o dobro das marcas Sabor da Paraíba, Taeq e Delícia do Nordeste, com 12mg em 100 g. Entretanto, quando comparamos a real quantidade …

Receita: Pão de mel saudável

Imagem

Cardiologista do HCor alerta: estresse pode levar ao infarto

Imagem
O estresse eleva a produção de glóbulos brancos, células do sistema de defesa que, em excesso, prejudicam a circulação do sangue nas artérias
De acordo com uma pesquisa feita na Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, o estresse pode levar a um infarto. A pesquisa mostrou que situações estressantes provocam uma produção excessiva de glóbulos brancos no organismo e essas células fazem parte do sistema imunológico que, em excesso, podem se acumular nas paredes das artérias, reduzindo o fluxo sanguíneo e favorecendo a formação de coágulos - elevando, assim, o risco de doenças cardiovasculares.
Durante o estudo, foi encontrado uma forte relação entre o estresse e os níveis de células do sistema imunológico. Segundo os resultados, o estresse ativa células-tronco da medula espinhal, que por sua vez levam a uma produção acima do normal de glóbulos brancos. Segundo o cardiologista e especialista em infarto do HCor (Hospital do Coração), Dr. Leopoldo Piegas, os prob…

Hormônios estão em alta, testosterona à flor da pele

Imagem
O consumo de hormônios para mudar o corpo é um comportamento que chama cada dia mais a atenção das pessoas
Sempre se falou de reposição hormonal, porém muito focada no público feminino. As mulheres quando atingem uma certa idade e entram na menopausa precisam, muitas vezes, repor os hormônios para regularizar e balancear o organismo. Apesar de ser um tratamento mais conhecido pelas mulheres, quem disse que os homens também não precisam de reposição hormonal na andropausa, período em que existe uma queda de testosterona por conta da idade mais avançada.
São tantos tabus ainda sobre o assunto, que mais de 50% dos homens nem se quer sabem que passam pela andropausa, quanto mais, que existe tratamento hormonal para tratar as disfunções causadas no organismo nessa fase da vida. Agora, se falarmos em testosterona para crescimento muscular, certamente a grande maioria conhece esse tipo de tratamento estético e muitos a utilizam sem orientação e de forma totalmente indevida. A testosterona é enco…

A doença de Alzheimer é a principal causa de demência no Brasil

Imagem
O Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa que provoca o declínio das funções intelectuais, reduzindo as capacidades de trabalho e relação social e interferindo no comportamento e na personalidade. De início, o paciente começa a perder sua memória mais recente. Pode até lembrar com precisão acontecimentos de anos atrás, mas esquece de que acabou de realizar uma refeição, por exemplo. Com a evolução do quadro, a doença causa grande impacto no cotidiano da pessoa e afeta sua capacidade de aprendizado, atenção, orientação, compreensão e linguagem. A pessoa fica cada vez mais dependente da ajuda dos outros, até mesmo para rotinas básicas, como a higiene pessoal e a alimentação.
No Brasil, existem cerca de 15 milhões de pessoas com mais de 60 anos de idade. Seis por cento delas sofrem do Mal de Alzheimer, segundo dados da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz). Em todo o mundo, 15 milhões de pessoas têm Alzheimer. Nos Estados Unidos, é a quarta causa de morte de idosos entre 75 e 80 an…