Escola estimula alimentação saudável entre seus alunos























Cardápio da instituição garante refeição balanceada visando saúde, energia e nutrição adequada para o desenvolvimento das crianças; Açúcar refinado foi reduzido para o preparo dos lanches das turmas da Educação Infantil

Em vez de frituras, refrigerantes e os salgadinhos, entram o pão integral, legumes, grãos e frutas. Pensando cada vez mais na qualidade de alimentos que os estudantes comem nos intervalos das aulas e propondo hábitos mais saudáveis, a Escola Internacional de Alphaville, escola brasileira de educação internacional localizada em Barueri (Grande São Paulo), oferece uma alimentação equilibrada aos seus alunos no refeitório da Instituição. Os cardápios elaborados são diferenciados de acordo com a faixa etária e com alimentos de cores e texturas diferentes, sempre com especial atenção a uma refeição saudável, atraente, rica em fibras e prevenindo a obesidade.

É uma das premissas da escola para cuidar do bem-estar do aluno, despertando não apenas o prazer de se alimentar, mas a consciência dos benefícios que uma boa alimentação oferece. “O estudante precisa ter consciência que alimentos mais nutritivos devem fazer parte de sua refeição diária para suprir as necessidades nutricionais e principalmente, formar bons hábitos alimentares”, diz Regina Iervolino, nutricionista da Escola Internacional de Alphaville.

Quase todo o açúcar refinado foi retirado no preparo dos lanches e dos alimentos dos alunos do Kids (Educação Infantil - alunos de 1 a 5 anos). Os bolos são preparados com farinha integral e adoçados com o açúcar da própria fruta. “As geléias de frutas também são 100% fruta sem açúcar, além de flocos de cereais e granola sem adição de açúcar, pois é nesse período que se formam os bons hábitos alimentares e que acompanharão as crianças para o resto da vida”, explica a nutricionista. Ela também dá aulas de nutrição para as turmas do Juniors (Ensino Fundamental I). “Ressalto que o prato deles deve ter pelo menos cinco cores diferentes entre vegetais e legumes, o que aumenta as vitaminas e enriquece a alimentação, tornando a refeição mais saudável e nutritiva”.

As frutas acompanham o cardápio da Escola diariamente e somente uma vez na semana há um doce como sobremesa. As sementes de linhaça também não faltam, que são fontes de ômega 3, ácido graxo, essencial, que auxilia na redução e controle de colesterol, triglicérides e hipertensão arterial. Para a preparação dos alimentos, é utilizado o forno combinado que preserva os nutrientes propiciando uma alimentação segura e saudável. 

A escola serve em média 1000 refeições e 1400 lanches por dia, além de serviços de desjejum de funcionários, café, coffee break e eventos. A cozinha tem uma equipe de 21 funcionários e os cardápios são planejados e balanceados pela nutricionista, visando saúde, energia e nutrição adequada ao desenvolvimento das crianças. Todas as refeições são preparadas na cozinha da escola, que possui um restaurante próprio com equipamentos industriais adequados e necessários.

Várias estratégias são utilizadas pela nutricionista para a alimentação dos alunos, tais como:

- Substituição de alimentos gordurosos para os de baixo teor de gorduras;
- Utilização de condimentos e ervas naturais na preparação dos alimentos; 
- Restrição na ingestão de sódio, reduzindo quantidade de sal usado no preparo dos alimentos; 
- Técnicas de cocção saudáveis como assados, cozidos ou grelhados; 
- Estimular diariamente o consumo de hortaliças, legumes e grãos integrais e os alimentos com eles elaborados (pães integrais, cereais).

Todas as mercadorias no recebimento são registradas em fichas de rastreabilidade e observadas as condições de transporte de alimentos e entregadores, rotulagem e embalagem, temperaturas, avaliação sensorial e teste para pescados, além de um rígido controle nas validades. “Faz parte de minha rotina como nutricionista e gerente do restaurante da Escola Internacional de Alphaville acompanhar desde o recebimento de alimentos até o produto final da refeição elaborada na escola”, pondera.

Na unidade, a nutricionista administra treinamentos aos funcionários e as normas de segurança alimentar estão de acordo com os procedimentos operacionais padronizados. O restaurante recebe auditorias de verificação nos procedimentos de controle de amostras e controle de temperatura de alimentos e equipamentos, controles de validade, higiene e saúde dos manipuladores dos alimentos e controle da potabilidade da água.

A Escola Internacional também tem uma lanchonete ao lado do refeitório, que vende salgados integrais, barras de cereal e pão de chocolate, em que cada turma tem um dia na semana para comprar algo por lá. A quantidade que a criança compra – sempre uma coisa para beber e uma coisa para comer – também é supervisionada por Regina e sua equipe de funcionários qualificados e treinados.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gosta de abacaxi? Saiba quais são os benefícios da fruta para o organismo

A vida pede atitude. Movimente-se