Etiqueta na academia



  Especialista em etiqueta social dá dicas para não errar na hora de se exercitar 

Os brasileiros têm buscado cada vez mais por qualidade de vida e longevidade, mudando seu ritmo e estilo de vida em prol da saúde. Corridas, caminhadas e musculação passaram a fazer parte da rotina de muita gente. Mas você sabia que até para a prática de atividades físicas existem algumas regrinhas básicas de etiqueta para convívio?

Segundo Maria Inês Borges da Silveira, professora do ISAE – Escola de Negócios, consultora de Comportamento Profissional e de Etiqueta Social, é importante observar o comportamento em lugares compartilhados durante as mais variadas atividades, como as cada vez mais populares academias.

Para a especialista, a primeira regra básica se refere a cordialidade, mas sem exageros. “Devemos ser cordiais, cumprimentar as pessoas, mas sem exagerar no papo, afinal, a pessoa precisa de concentração para praticar o exercício e evitar lesões”, comenta. Quanto ao guarda-roupa, aposte em roupas e tênis confortáveis. Se você quiser esconder aqueles quilinhos a mais, a consultora sugere a aposta em roupas escuras, que ajudam a camuflar.

Agora, se você é daquelas que não sai sem uma boa maquiagem e acessórios, tome cuidado. O ideal é apostar em acessórios simples e discretos. As peças chamativas e grandes, além de não combinar com o momento, podem acabar provocando acidentes na hora do exercício. A mesma dica vale para o cabelo, que deve estar sempre preso para não atrapalhar o treino.

Você pode sim se maquiar para ir à academia ou para praticar outros esportes, que não envolvam água, desde com cautela. “Estar sempre confortável, com cabelos presos e maquiagem discreta é o ideal, do contrário a pessoa corre o risco de escorrer e borrar a maquiagem e até sofrer algum tipo de acidente”, detalha Maria Inês. Vale lembrar ainda que roupa de ginástica é para fazer ginástica. “Evite usá-las em outros lugares”, completa a especialista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A vida pede atitude. Movimente-se

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável