Nutricionista alerta sobre mitos das dietas de emagrecimento

Saiba quais são os alimentos que efetivamente podem ajudar na luta contra a balança e as opções consideradas "milagrosas" para a perda de peso que não têm comprovação científica 

Para acertar o ponteiro da balança, o caminho é longo, e muitas pessoas apelam para as dietas extremamente restritivas, ou seguem alguma dica da moda, sem saber se ajudam efetivamente na perda de peso. A nutricionista do HCor – Hospital do Coração, Juliana Dantas, esclarece mitos e verdades do emagrecimento e aponta os reais benefícios dos alimentos na luta contra a balança.

Chá verdeVerdade: o chá possui diversos compostos bioativos que podem auxiliar na redução da gordura e do peso. No entanto, seu consumo deve ser associado à alimentação adequada e saudável, além da prática regular de exercícios físicos. “Não existe um consenso quanto à dose ideal e como consumi-lo. Há estudos que sugerem que o chá verde deve ser tomado entre as refeições, para não interferir no percentual de absorção dos nutrientes consumidos no almoço e no jantar”, comenta a nutricionista.

Chá de hibiscoParcialmente verdade: a planta medicinal auxilia a reduzir a retenção de líquido e do inchaço de membros superiores e inferiores, o que pode influenciar na redução do peso corporal. Porém, isso não quer dizer que o indivíduo emagreceu com o chá de hibisco, e sim que o chá reduziu a retenção hídrica.

GengibreMito: o gengibre apresenta componentes que poderiam ocasionar aumento da termogênese, ou seja, acelerar o metabolismo. No entanto, são necessários mais estudos para avaliar os reais efeitos do alimento ao organismo.

Frutas cítricasMito: fonte de vitaminas e fibras, as frutas cítricas possuem antioxidantes, como flavonoides, compostos fenólicos, entre outros. “Em relação aos benefícios referentes ao emagrecimento, os estudos existentes são, ainda, muito limitados. Mais pesquisas seriam precisas para obter melhores conclusões”, explica Juliana.

Gojy BerryMito: a fruta é considerada saudável, pois possui propriedades antioxidantes e imunomoduladores. Embora não haja comprovação científica que relacione o uso da fruta ao emagrecimento, seu consumo pode ser feito como parte da alimentação para aqueles que apreciam seu sabor.

ChiaParcialmente verdade: a chia é rica em fibras, que retarda o esvaziamento gástrico e promove a saciedade. A nutricionista do HCor ressalta que frutas, hortaliças e cereais integrais são também importantes fontes de fibras alimentares. "Por ser um alimento com grande densidade calórica, ofertando cerca de 380 calorias por 100 gramas do alimento, seu consumo deve ser moderado", orienta Juliana.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável

Qual a melhor forma de substituir o açúcar na dieta