Por que minhas dietas não funcionam?




Especialista indica erros e dá dicas para perder peso com saúde

Que atire a primeira pedra quem nunca tentou começar uma dieta. Um levantamento feito pelo laboratório farmacêutico internacional, Omega Pharm, mostrou que 10% das mulheres entrevistadas passam sua fase adulta inteira fazendo dieta. A pesquisa ainda mostrou que a causa disso está relacionada aos métodos ineficientes que acabam não dando resultado, fazendo com que a mulher desista da dieta, mas depois de um tempo tente novamente outro método. 

Mas afinal, por que dietas não costumam funcionar como deveriam? De acordo com a especialista Vanessa Albacete, nutricionista funcional do CECAM, as dietas em si já estão fadadas ao fracasso já que muitas pessoas acham que para emagrecer basta trocar o cardápio por um menos calórico. O que funciona mesmo é mudar, definitivamente, a rotina e a alimentação. “Mudar a relação com os alimentos e os hábitos é o que vai modificar, de fato, a saúde e o peso de quem deseja emagrecer”, explica Vanessa.

Para a especialista, a correria e a praticidade atrapalham a busca pelo “estilo de vida saudável”. “Durante o período das dietas é comum que as pessoas pulem refeições importantes ou acabem comendo produtos prontos cheios de sódio, açúcares e gorduras. Além disso, dietas prontas não funcionam da mesma forma para todo mundo”, comenta.
A nutricionista dá dicas de como mudar os hábitos e emagrecer com saúde e sem dietas radicais:

Tenha dedicação e disciplina – sair de casa sem programar as refeições do dia é a principal autossabotagem para quem quer comer melhor e perder peso. Inevitavelmente a pessoa terá que comer o que está disponível e não o que realmente deveria comer. Para emagrecer, a alimentação deve estar na lista de prioridades!

Procure um nutricionista – cada organismo funciona de um jeito. O alimento que é bom para um pode não ser para outro. Está aí um dos principais motivos para as dietas não funcionarem. O ideal é consultar um especialista para ver qual a melhor estratégia para o seu caso, descobrir rapidamente onde está o erro e montar uma alimentação focada no objetivo e de acordo com o organismo de cada um.

Reduza o consumo de carboidratos e alimentos industrializados – o carboidrato é o maior vilão das dietas e é preciso também ficar atento aos lanchinhos e petiscos industrializados. Nem todos são tão bons quanto parecem. Durante o dia a dia, a melhor estratégia é evitar o excesso de açúcares, pães, bebidas industrializadas, arroz branco, farinhas e sucos em geral.

Consuma fontes de gorduras vegetais – alimentos como abacate, coco, cacau, castanhas, sementes e seus óleos não refinados promovem a saciedade da fome, são ricos em gorduras importantes para a saúde e auxiliam no emagrecimento e reestabelecimento do equilíbrio metabólico e hormonal. Esses itens podem ser incluídos no dia a dia das pessoas que querem perder peso com saúde.

Tome bastante água, durma bem e faça exercícios físicos – parece clichê, porém, a água é essencial para as pessoas que estão de dieta e o ideal é tomar de 2 a 3 litros por dia. Dormir bem ajuda no bom funcionamento do metabolismo. E não adianta nada uma alimentação equilibrada sem atividade física. Colocar o corpo em movimento é fundamental para a perda de peso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável

Qual a melhor forma de substituir o açúcar na dieta