Nutritivas e saborosas: berries favorecem a boa forma e trazem diversos benefícios à saúde


Frutinhas estrangeiras possuem propriedades funcionais que valem o investimento

Apetitosas e de cores vibrantes, as frutas vermelhas são unanimidade quando se trata de sabor – amplamente exploradas na gastronomia mundo a fora, esses pequenos frutos estão entre as mais apreciadas graças a seu gosto marcante e visual de encher os olhos. Porém, nos últimos anos, a atenção tem se voltado para um grupo em especial desses alimentos: as berries como o mirtilo, cranberry e goji berry possuem grande potencial terapêutico. Ricas em antioxidantes e compostos bioativos, o consumo regular dessas frutas seria capaz de combater o envelhecimento precoce, auxiliar no emagrecimento e na prevenção de diversas doenças. Os possíveis benefícios à saúde contribuíram inclusive para sua popularização em território nacional – antes exclusividade da dieta estrangeira, essas frutinhas agora incrementam a lista de alimentos funcionais cada vez ma is procurados pelos brasileiros.

A nutrição por trás da cor

Uma das principais características desses pequenos frutos é justamente a sua coloração intensa e vistosa – mais do que um atrativo para os olhos, essa peculiaridade é resultado da alta concentração de antocianinas – responsáveis pela pigmentação natural de diversos vegetais. Além de atribuir o tom que vai do avermelhado ao roxo intenso à essas frutinhas, essas substâncias protegem o organismo contra a ação de moléculas nocivas – os radicais livres. Esse efeito antioxidante é de grande importância para a saúde: os radicais livres aceleram o envelhecimento celular e estão associados ao surgimento de várias doenças crônicas, razão pela qual o consumo regular das berries está relacionado à prevenção desses males. Além disso, esses flavonoides melhoram a circulaç&a tilde;o, a função anti-inflamatória do organismo e combatem o colesterol ruim.

A abundância em polifenóis também explica o porquê dessas frutas estarem no foco de diversos estudos científicos: esses compostos são eficazes no fortalecimento do organismo e também favorecem a estética. De acordo com pesquisas recentes, a alta concentração de proantocianidinas no cranberry seria capaz de reduzir a ação bacteriana no trato urinário, prevenindo contra infecções e males na região. Além disso, a fruta também conhecida por aqui como oxicoco seria eficaz na prevenção de doenças cardiovasculares, uma vez que auxilia na redução dos níveis do colesterol. Esse mesmo efeito protetor do coração é encontrado no mirtilo (blueberry) – o fruto roxo-azulado rico em compostos fenólicos é um grande aliado na luta contra o LDL. Esse alimento também beneficia a função cognitiva e melhora a atividade hepática. Já o goji berry, talvez o mais famoso por suas propriedades medicinais, tem conquistado cada vez mais adeptos por diversos motivos: o super alimento seria capaz de aumentar a energia, promover o bem estar, fortalecer o sistema imunológico e ainda favorecer o emagrecimento.

E essas evidências não são as únicas razões pelas quais a ingestão dos berries é altamente recomendada – o valor nutricional dessas pequenas também merece destaque: essas frutas são ótimas fontes de micronutrientes – fibras, minerais e principalmente vitaminas. Para se ter uma ideia, a concentração de vitamina C em algumas dessas frutinhas é tão elevada quanto à de determinados cítricos. Sem contar que possuem baixo valor calórico, beneficiando a dieta tanto em sabor quanto em variedade de preparações.

Efeitos na balança

Mesmo com a extensa lista de propriedades medicinais, a característica que mais desperta o interesse das pessoas é, sem dúvidas, o possível efeito emagrecedor dessas frutinhas. A questão é uma das responsáveis, inclusive, pela crescente demanda por essas frutas. Cada vez mais exploradas nesse âmbito, já é possível encontrar os mais variados produtos e dietas à base dos berries. Porém, esses alimentos possuem de fato essa particularidade? Seriam capazes de turbinar a dieta e favorecer a queima de gordura? Alguns aspectos nutricionais explicam porque a frequente associação do seu consumo com a manutenção da boa forma.

Estudos apontam que o resveratrol, substância altamente presente nas berries, pode auxiliar no combate à obesidade – ela seria capaz de influenciar na queima das gorduras e no equilíbrio entre os diferentes tipos de tecido adiposo. Nosso corpo possui concentração de gordura branca e marrom: o primeiro tipo é decorrente de maus hábitos alimentares e significativamente nociva à saúde, enquanto a marrom é utilizada pelo organismo na termogênese – processo no qual o corpo mantém a temperatura adequada e, em consequência, acelera o metabolismo. Uma pesquisa recente conduzida pela Universidade de Washington nos EUA evidenciou a relação entre esses fatores: cobaias submetidas à uma dieta rica em resveratrol apresentaram menos ganho de peso em relação ao grupo de controle, que não fez uso da substância. Ao final do estudo, essas cobaias apresentaram redução significativa da gordura branca e aumento da gordura marrom, revelando o efeito benéfico do polifenol no organismo.  

Consumo também agem sob o colesterol

Contudo, o principal consenso a respeito do consumo dessas frutas está relacionado à um importante fator de saúde: o colesterol. O alto nível de gordura no sangue é um fator associado ao risco de doenças cardiovasculares e um dos males decorrentes da obesidade. Neste âmbito, os polifenóis presentes nas berries favorecem a produção do colesterol bom (HDL) e auxiliam no controle do colesterol ruim (LDL), combatendo a sua oxidação.  Portanto, mais do que um alimento benéfico à dieta, os berries são alimentos funcionais – que podem colaborar com diversos aspectos de saúde, quando apoiados por um estilo de vida saudável.

É possível tirar proveito dessas propriedades e utilizar essas frutas como complemento de um plano alimentar saudável que vise o emagrecimento. Frutas como o mirtilo, o goji berry e o cranberry são ricos em pectina, um tipo de fibra solúvel que auxilia na sensação de saciedade e no controle da absorção da glicose. Esses fatores podem funcionar como coadjuvantes no processo de perda de peso se apoiados por uma dieta equilibrada e atividades físicas.  Portanto, as berries possuem características que podem facilitar a manutenção da boa forma, porém, não são uma fórmula mágica: para aproveitar ao máximo seus benefícios é preciso que toda dieta colabore para este objetivo.

Combinações funcionais

Leves, os sucos são uma das formas mais práticas e conhecidas do consumo dessas frutinhas: o famoso “suco vermelho” está, inclusive, na lista de bebidas funcionais do momento. No caso da preparação de bebidas é recomendável não coar e não adoçar, para que as fibras presentes nas cascas sejam consumidas e para que se preserve o baixo valor calórico da bebida. Além disso, a utilização das frutas in natura é o mais adequado, dessa forma aproveita-se o máximo de nutrientes.

Contudo, por serem estrangeiras, a missão de encontrar essas frutas na forma natural talvez não seja tarefa fácil – como alternativa pode-se explorar as formas desidratadas das berries, e utiliza-los em preparações variadas. As berries desidratadas são muito mais fáceis de encontrar do que o fruto in natura e por serem muito parecidas com a uva-passa, podem ser adicionadas em diversos pratos. Uma forma saudável e light de fazê-lo é adicionar as bagas sobre a salada, por exemplo. O mix dessas frutinhas é, inclusive, uma forma prática de compor um lanche intermediário leve.

Investimento em saúde

Essas variações também são importantes para viabilizar o consumo, uma vez que essas frutinhas possuem valor um pouco mais elevado. Como são originárias de países de clima mais frio, a sua disponibilidade não é tão grande nas feiras e sacolões do país, o que as torna menos acessíveis na forma natural. Ainda assim, é extremamente interessante incluir esses alimentos na dieta Uma pequena quantidade de berries é suficiente para enriquecer a dieta. Também é possível combiná-las com frutas nacionais, adicioná-las em iogurtes e encontrá-las na forma de polpas congeladas. O uso de suplementos também é cada vez mais comum, uma vez que esses frutos possuem ótimo aporte nutricional e vitamínico. Diante de tantos benefícios, a inclusão das berries no dia-a-dia é também um valoroso investimento em saúde e qualidade de vida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gosta de abacaxi? Saiba quais são os benefícios da fruta para o organismo

A vida pede atitude. Movimente-se