Instagram

Seguir por Email

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Sedentarismo é o novo tabagismo





“Perdemos duas horas de nossas vidas para cada hora que permanecemos sentados”, explica especialista.


Apesar de todos os avanços enfrentados nas últimas décadas na área de saúde, combater o adoecimento das pessoas ainda supera de longe o número de medidas e movimentos que enfatizam a prevenção e a promoção da boa saúde, hoje já conhecida como Medicina do Estilo de Vida. O que poucos sabem, no entanto, é que mudanças dietéticas, prática de atividade física, controle do estresse, vida em comunidade e controle de poluentes ambientais podem reduzir em até 80% os casos das mortes prematuras e doenças crônicas. E movimentar o corpo é a chave para conquistar a tão sonhada qualidade de vida.

Recentemente, o médico pesquisador James Levine, uma autoridade no assunto e diretor da Obesity Solutions Initiative, na Mayo Clinic, afirmou em seu livro “Get Up” que permanecer sentado por longas horas poderia ser até pior do que fumar. “Parece sarcástico e não muito inteligente pensarmos assim, sendo que a maioria de nós passa muito tempo nas extremidades traseiras seja para trabalho ou para lazer, mas as nossas cadeiras estão nos matando e precisamos entender o que pode ser feito para acabar com essa ameaça”.

No Brasil, segundo o Presidente da Associação Brasileira de Saúde Funcional e Estilo de Vida e Embaixador nacional do movimento em Medicina do Estilo de Vida (ELSM/ACLM), Fábio César dos Santos, perdemos duas horas de nossas vidas para cada hora que permanecemos sentados. “Isso é chocante! Permanecer sentado durante todo o dia não é natural e pode ser a  grande causa de todos os tipos de doenças, incluindo a obesidade”, alerta.

Com os trabalhos cada vez mais centrados nos computadores, parece tarefa difícil enxergar um cenário promissor e saudável, mas dr. Fábio adianta: “a resposta óbvia e mais simples é começar a mover-se mais, como por exemplo, fazer pequenas caminhadas após as refeições ou entre nossas atividades como reuniões, consultas, aulas, etc.

A boa notícia é que no exterior já existe um movimento para criação de escritórios dinâmicos, com trilhas para caminhada de departamento para departamento, centros de idosos ativos e salas de aula que possam ensinar esses princípios em estilo de vida, a chamada “Treadmill desk” ou “Walkstation”, que poderá ser uma boa ideia para os escritórios do futuro.

“O executivo do futuro não estará sentado, dirigindo sua BMW todo o tempo, mas caminhando em uma esteira. Nossos filhos não vão trabalhar da forma como trabalhamos. Isto tudo está relacionado a produtividade e performance. Esse executivo vai ganhar mais dinheiro e terá mais força de trabalho se levantar e ficar em movimento. Nossos filhos vão obter melhores notas se eles se levantarem e se mexerem”, explica Fábio.

Levine é o pesquisador responsável pelo projeto NEAT, que estuda atividades termogênicas sem exercício, isto é, através de atividades como dançar, trabalhar, atividades domésticas, jardinagem, dar um passeio a pé, entre outras. Alguns resultados apontam que o baixo “NEAT” está ligado ao ganho de peso, diabetes, doenças cardíacas e câncer.

Para finalizar, o presidente da Associação Brasileira de Saúde Funcional e Estilo de Vida dá um alerta: “Sentar-se é mais perigoso do que fumar, mata mais pessoas do que o HIV e é mais traiçoeiro do que o paraquedismo. Quando estamos sentados, estamos esperando simplesmente a morte chegar”.


Dr. Fábio César dos Santos
Médico Cardiologista, pós graduado em Nutrologia.  Trabalha com os conceitos da Medicina Funcional, Integrativa e Medicina do Estilo de Vida
Fellow pela Duke University e afiliado ao Programa de Mind and Body da Harvard Medical School
Afiliado ao Institute for Functional Medicine - USA
Membro Fundador da Sociedade Internacional de Cardiologia Metabólica e Funcional
Ex-presidente da Associação Médica Brasileira de Oxidologia
Presidente Fundador da Associação Brasileira de Saúde Funcional e Estilo de Vida (ABRASFEV/ABRAMEV)
Membro do conselho diretor do projeto global “Glimmer”, de reforma em Saúde/ True Health Initiative
Consultor Científico de Empresas na área da Saúde
Speaker Nacional e Internacional
 Coordenador do Programa de Exercício, Qualidade de Vida e Antiestresse das clínicas Saúde Plena e P4B




Nenhum comentário:

Postar um comentário