Alimentos que ajudam a controlar a hipertensão

 Muitas pessoas não sabem, mas a pressão alta deve ser constantemente controlada e a alimentação tem parte fundamental no tratamento da doença. Segundo estudos recentes da Associação Americana do Coração, entre os anos 2001 e 2011, o número de pessoas que morreram por hipertensão aumentou 13,2% em mais de 190 países, inclusive no Brasil.

A estimativa é de que 30% dos brasileiros sofram com a pressão alta atualmente. Além do uso correto da medicação, o consumo adequado de alimentos pode minimizar os efeitos da doença no organismo.

Segundo Flavia Salvitti, nutricionista do Hospital San Paolo, centro hospitalar localizado na Zona Norte de São Paulo, o ideal é que o hipertenso evite alguns mantimentos, como os embutidos e enlatados, em que o sódio está presente em grandes quantidades. 

“Entre eles, estão molho de soja, amendoim industrializado, sopas instantâneas, sardinhas em lata, queijo parmesão, carne seca, caldos industrializados, tempero de miojo, bebidas alcoólicas, além de doces”, declara.

A utilização do sal merece uma atenção especial. De acordo com a especialista, o recomendável é consumir, no máximo, uma colher de chá em toda a alimentação diária. É recomendável também evitar o saleiro na mesa e não adicionar o tempero em alimentos que já estão salgados.

Assim como existem os mantimentos nocivos, há aqueles que diminuem os efeitos negativos da hipertensão. É o caso do leite desnatado, que contém o cálcio. “Ele funciona como hipotensor, ou seja, atua na diminuição da pressão sanguínea. Já que estimula a eliminação de sódio”, declara Flavia.

No caso dos alimentos com cereais integrais, como farelo de aveia e gérmen de trigo, o grande mérito é a concentração de magnésio. “Ele estimula a dilatação dos vasos sanguíneos e acaba reduzindo o inchaço típico de pessoas que retêm líquidos.”

Itens como sardinha, salmão, atum, linhaça e azeite possuem o ômega 3 que, além de dificultar o processo responsável por contrair os vasos sanguíneos, facilita a síntese que promove a sua abertura.

Já o potássio atua como um natriurético, capaz de estimular a eliminação do sódio presente no corpo. “Esse elemento é muito importante no combate da pressão arterial e está presente no inhame, feijão preto, abóbora, cenoura, espinafre, maracujá, laranja e banana”, afirma a nutricionista que recomenda também a ingestão de no mínimo 2 litros de água por dia.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável

Qual a melhor forma de substituir o açúcar na dieta