Amendoim: um aliado do esporte


Nutricionista explica por que a alimentação de um praticante de atividade física vai além de proteínas, carboidratos e gorduras

   Atualmente, unir uma alimentação saudável à prática de atividades físicas faz parte da rotina da maior parte dos brasileiros. Ter uma vida ativa e funcional garante hábitos saudáveis e reduz o risco de desenvolver doenças ao longo do tempo. Porém, para garantir uma boa performance no desempenho dos exercícios físicos, é preciso ter atenção aos alimentos ingeridos no pré e no pós-treino.  Apostar no amendoim pode ser uma boa pedida.
  
  Segundo a nutricionista da ABICAB (Associação Brasileira da Indústria de Chocolate, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados), dra. Vanderlí Marchiori, alimentar-se corretamente antes e depois da prática de exercícios físicos faz toda a diferença. “Dentre as várias opções de alimentos, uma boa indicação é o amendoim, que possui alto valor nutritivo. Isto porque o corpo precisa estar bem nutrido e com boas reservas de energia para que se tenha um bom desempenho em todas as etapas do treino. Da mesma forma, comer corretamente após se exercitar é essencial para obter os resultados desejados”, explica ela.

A semente indicada pela nutricionista, além de ser rica em ácidos graxos insaturados (gorduras altamente benéficas e pobres em ácidos graxos saturados inflamatórios, que não são bem-vindos para consumo frequente) é uma excelente fonte de proteína vegetal, fibras, vitaminas antioxidantes e minerais, entre eles vitamina E, selênio, magnésio e manganês, e fitoquímicos como o resveratrol.

“Consumir amendoim antes da atividade física é uma boa opção, seja para correr no parque, praticar um esporte coletivo ou até mesmo para a musculação. Por ser fonte de energia, pode ser combinado com outros alimentos, como frutas, tapioca, batata doce ou até mesmo pães integrais”, indica dra. Vanderlí.

O consumo adequado, segundo a nutricionista, é de 30g diários antes da prática de atividades físicas e 50g após o treino. “Além de ser fonte de proteínas e carboidratos, o amendoim tem a capacidade de manter os níveis de glicose no sangue estáveis. Como os exercícios tendem a reduzir estes níveis rapidamente, ele ajuda em sua estabilidade e garante um maior tempo de exercício sem desgaste intenso. Consumi-lo após a atividade física garante um interessante aporte proteico e bastante útil para a recuperação das fibras musculares, o que garante a otimização na formação de massa muscular”, explica ela.

Mais benefícios para a saúde
Rico em potássio, o amendoim também previne o aparecimento de câimbras, garantindo a inclusão de exercícios para algumas pessoas com mais dificuldades, como quem realizou cirurgia bariátrica e necessita incluir a atividade em sua rotina, mas apresenta desconforto.

“Além do potássio, a semente também é rica em magnésio, mineral que deve estar presente nas refeições, pois reduz as dores após a realização de atividades físicas e possui um papel especial no trabalho muscular, já que está muito relacionado ao ganho de massa magra e promove manutenção dos ossos, mantendo-os fortes e saudáveis”, alerta a nutricionista.

A vitamina E, poderoso antioxidante, também está presente na composição do amendoim. Sua função está em aumentar a resistência muscular, reduzindo dores após o estresse gerado na atividade física sob os músculos. “A vitamina impede que os radicais livres danifiquem as membranas celulares, pois o crescimento muscular e sua recuperação estão extremamente ligados a membranas celulares saudáveis. O consumo de amendoim como fonte de Vitamina E é uma excelente estratégia para a prevenção de lesões”, finaliza.






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 dicas de alimentação para 2017

Por que minhas dietas não funcionam?