Aumente o consumo de fibras na sua alimentação

7 maneiras de aumentar o consumo de fibras em seu dia a dia

A vida corrida que a maior parte da população tem hoje torna difícil seguir uma alimentação balanceada e com todos os nutrientes necessários. A carência de fibras é um problema que afeta diretamente o ritmo intestinal e, consequentemente, diversos outros aspectos, como o humor, por exemplo. O estresse também é um fator determinante para o bom funcionamento do organismo.

As fibras naturalmente presentes nos alimentos, aumentam o volume do que costumamos chamar de bolo alimentar . Além disse elas incrementam o conteúdo de água desse material. Isso vai resultar num melhor funcionamento do intestino, uma promoção da saciedade e também uma regulação na velocidade com que o intestino absorve as gorduras e o açúcar.

Outra ação pouco comentada mas muito importante das fibras, é que elas servem de alimento para as bactérias benéficas do intestino. Essas bactérias formam o Microbioma intestinal, que é fundamental para a imunidade e inúmeras outras funções  vitais para a nossa saúde como um todo. As fibras que alimentam o Microbioma são conhecidas como Prébioticas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo diário de 25 g. Segundo dados recentes divulgados pelo IBGE e Ministério da Saúde, apenas 12% da população brasileira ingere diariamente essas quantidades, sendo que a esmagadora maioria adota um consumo muito abaixo desse ideal. Encontradas na maior parte dos alimentos de origem vegetal, as fibras são um tipo de carboidrato não digeríveis presente nas frutas, verduras, nos legumes, nos grãos e nos feijões. Você sabe o quanto você consome diariamente?

Abaixo, 7 dicas de como inserir mais fibras no seu dia a dia. É importante ressaltar que a ingestão de água (ou chás) e exercícios físicos são importantes aliados para atingir os benefícios do consumo adequado de fibras.

1.       Ao invés de sucos de frutas, prefira consumir frutas inteiras, com cascas.

2.       Substitua outras sobremesas por frutas.

3.       Consuma vegetais sempre variando-os.

4.       Prefira pães e massas integrais aos produzidos com farinha branca.

5.       Adote o arroz integral, arroz selvagem, cevadinha e trigo rachados como substitutos do arroz branco.

6.       Incorpore o feijão a outras receitas como sopas e saladas.

7.      Se tiver problemas para cumprir sua ingestão diária de fibras, você pode complementar sua dieta com o uso de suplementos de fibras. Mas lembre-se que esses suplementos não substituem as frutas, legumes, verduras e grãos integrais que devem fazer parte de sua alimentação diária.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável

5 dicas de alimentação para 2017