Intestino preguiçoso pode ser evitado com uma boa alimentação






A alimentação variada e rica em fibras pode ser uma grande aliada das pessoas que sofrem de prisão de ventre

As mulheres são as que mais sofrem com a constipação intestinal, ou seja, cerca de três vezes mais que os homens. Entre as principais causas do problema está na dieta pobre em fibras e líquidos, associado a sedentarismo. De acordo com a proctologista do Hospital Nossa Senhora das Graças, Sonia Time o melhor caminho para prevenção é adotar hábitos de vida saudáveis. “Isso repercutirá também no melhor funcionamento do intestino”, destaca.
Embora hajam outros fatores que podem contribuir para ocorra a prisão de ventre, como uso de medicamentos e doenças relacionadas a tireoide e diabetes. “Sempre procure um médico para fazer o diagnóstico corretamente, pois você receberá orientações individualizadas", completa.
A alimentação variada e rica em fibras pode ser uma grande aliada das pessoas que possuem o intestino preguiçoso. Elas estão presentes nas verduras - rúcula, repolho, brócolis, espinafre, escarola, almeirão, couve, cenoura, abóbora, morango, vagem e ervilha torta e também nas frutas - abacaxi, mamão, manga, laranja, morgote, ameixa, melão, melancia, caqui, kiwi, maçã, banana caturra e pera - são alguns exemplos.
nos cereais integrais, as fibras podem ser encontradas na aveia, pão integral, macarrão integral e arroz integral. Para a nutricionista do Hospital Nossa Senhora das Graças, Rosângela Teodorovicz as leguminosas também são boas fontes de fibra. “O feijão, ervilha, soja, lentilha também devem estar presentes na alimentação diária”, orienta.
Uma outra opção para incluir as fibras ao cardápio está em juntar a linhaça, quinoa, farelo de trigo ou amaranto ao iogurte, ao mingau de aveia ou ainda uma vitamina de frutas, potencializando o intestino. “Importante lembrar, que além de uma alimentação rica em fibras, é necessário a ingestão de cerca de dois litros de água ao dia, e ou outros líquidos como, por exemplo, o chá de ervas sem açúcar e sucos naturais sem açúcar para regularizar o funcionamento intestinal”, enfatiza a nutricionista.
Já os alimentos que contribuem para a prisão de ventre, são os refinados e industrializados. “Ingerir poucas frutas, verduras e cereais integrais, bem como, uma ingestão mínima, ou quase insignificante de água podem agravar ou desencadear a doença”, enfatiza a médica .

Entenda melhor como funciona o intestino preguiçoso
Muitas mulheres possuem dificuldades em ir ao banheiro, principalmente fora de casa, e recorrem aos laxantes. “A necessidade de evacuar diariamente é um tabu. Mais importante que a frequencia evacuatória é a qualidade da evacuação, que deve ser indolor, sem sangramentos e ou qualquer desconforto”, destaca a Dra. Sônia.
O uso de laxantes sem orientação médica, mesmo os ditos naturais, podem ser extremamente danosos, pois podem mascarar doenças ou prejudicar ainda mais o funcionamento do seu intestino. “Não se automedique, para tirar suas dúvidas procure ajuda profissional", enfatiza a especialista.
De acordo com a médica o intestino preguiçoso pode causar fissuras anais agudas, sangramentos, e alterações na qualidade de vida como distensão abdominal, flatulência e sensação de evacuação incompleta. “E até mesmo o acúmulo de fezes endurecidas e ressecadas que já não podem ser eliminadas pela evacuação, necessitando intervenção médica”, alerta a médica e acrescenta. “Já a longo prazo pode desenvolver diverticulose, hemorroidas, fissura anal crônica e em casos mais graves, câncer de intestino”.












  ­­  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável

Qual a melhor forma de substituir o açúcar na dieta