Homem-Bituca no Dia Mundial sem Tabaco


Ação do A.C.Camargo leva Homem-Bituca para a
Paulista, Viaduto do Chá, Itaim Bibi e Vila Madalena

Nesta quinta, 31, das 8 às 21 horas, atores percorrerão fantasiados algumas das áreas mais populosas de São Paulo para alertar sobre os males do tabagismo e recolher bitucas de cigarro como gesto simbólico pelo Dia Mundial sem Tabaco

Uma ação criada pelo Hospital A.C.Camargo vai abranger algumas das principais vias paulistanas nesta quinta, dia 31 – Dia Mundial sem Tabaco - visando difundir informações sobre o quanto o cigarro está relacionado a doenças cardiorrespiratórias e mais de uma dezena de tipos de câncer e também sobre os benefícios de se parar de fumar, independente do tempo e tipo de relação do fumante com o cigarro. Atores percorrerão a Avenida Paulista, Viaduto do Chá, Itaim Bibi e Vila Madalena ao longo do dia com a proposta de recolher bitucas e distribuir cartilhas elaboradas pelo A.C.Camargo por meio de seu Grupo de Apoio ao Tabagista.

O primeiro Homem-Bituca poderá ser visto às 8 horas, nos arredores do MASP e do Conjunto Nacional, onde atuará até 11 horas. Na sequência, a ação percorrerá a região do Viaduto do Chá (12 às 15 horas), região do Itaim Bibi nos arredores da Avenida Faria Lima entre o Shopping Iguatemi e Avenida Rebouças (16 às 18 horas) e na Vila Madalena, próximo aos bares das ruas Mourato Coelho e Fradique Coutinho (19 às 21 horas).

Cada personagem caracterizado como Homem-Bituca trará acoplado em sua vestimenta um grande recipiente translúcido que servirá para as bitucas serem depositadas. “O objeto é translúcido para gerar o impacto visual da quantidade de bitucas e assim estimular que outros fumantes joguem fora o seu cigarro”, destaca a Superintendente de Marketing do Hospital A.C.Camargo, Adriana Seixas Braga.

A campanha aposta também nas novas tecnologias e interatividade. Cada fantasia de bituca trará um QR Code que, sendo fotografo por um Smartphone que possua o aplicativo, permitirá a visualização da cartilha contra o tabagismo na tela do aparelho. Além disso, haverá cobertura em tempo real por parte dos perfis do A.C.Camargo no Twitter, Facebook e Orkut e produção de um vídeo a ser inserido no Youtube posteriormente. A cartilha da campanha pode ser conferida neste link: http://www.accamargo.org.br/files/pdf/materiais-de-prevencao/cartilha-tabagismo.pdf.

Um mundo sem tabacoA Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que atualmente 47% da população masculina e 12% da população mundial feminina seja de fumantes. Nos países desenvolvidos, 24% das mulheres fumam. Ainda segundo a OMS, o tabaco é responsável por mais de 10 mil mortes por dia no mundo.

De acordo com o cirurgião oncológico e diretor do Núcleo de Pulmão e Tórax do Hospital A.C.Camargo, Jefferson Luiz Gross, o cigarro é o responsável direto por mais de 90% dos casos de câncer de pulmão e está relacionado a mais de uma dezena de tipos de câncer, dentre eles esôfago, estômago, pâncreas, rim, bexiga, boca, laringe, faringe, garganta e mama.

Enfisema pulmonar, bronquite e câncer de pulmão são as principais doenças observadas. “A recomendação é de que as pessoas não fumem, e para aqueles que fumam, abandonar o consumo de tabaco o mais rapidamente possível. Desta maneira poderemos reduzir as taxas de mortalidade por doenças relacionadas ao uso do tabaco”, destaca Gross.
Nunca é tarde para largar o cigarro - O melhor de parar de fumar é que nunca é tarde para isso. Quanto antes melhor, porém sempre vale a pena largar este vício. Deixar de fumar vai devolver ao ex-tabagista alguns anos de vida, que seriam roubados pelo tabaco se o mesmo continuasse fumando. Segundo a American Cancer Society, os benefícios para quem deixa de fumar são muitos:
- 20 minutos sem fumar - Diminui a frequência dos batimentos cardíacos. Diminui a pressão arterial.Temperatura dos pés e das mãos se elevam.
-
12 horas - monóxido de carbono atinge níveis normais no sangue.
-
24-48 horas - Melhoram o olfato e o paladar
-
2 semanas a 3 meses - Melhoram a função pulmonar e a circulação sanguínea.
-
1 a 9 meses - Redução da tosse, congestão nasal, cansaço, falta de ar e risco do surgimento de infecções respiratórias
-
1 ano - Redução pela metade do risco de ataque cardíaco
-
5 anos - Redução do risco de desenvolver câncer de boca, garganta, esôfago e bexiga O risco de um derrame cerebral passa a ser próximo ao de quem nunca fumou
-
10 anos - O risco de morrer de câncer de pulmão cai pela metade, comparado a quem continua fumando.
-
15 anos - O risco de sofrer um enfarte passa a ser próximo ao de quem nunca fumou
-
20 anos - O risco de desenvolver câncer de pulmão passa a ser próximo ao de quem nunca fumou

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável

Qual a melhor forma de substituir o açúcar na dieta