Fisiologista do Esporte do HCor orienta como praticar atividades físicas no verão

O verão já chegou e com ele aumenta a vontade de se praticar exercício físico ao ar livre. Mas as atividades físicas na estação mais quente do ano devem ser praticadas com cautela. Muitas pessoas passam mal por levar o exercício físico ao extremo. Nessa época, os cuidados com a pele, corpo e alimentação devem ser redobrados, pois, é comum surgir viroses, infecções alimentares, insolações e desgastes físicos por conta do calor.

De acordo com o fisiologista do HCor - Hospital do Coração, em São Paulo, Diego leite de Barros, a prática de esportes é sempre bem vinda em qualquer estação, desde que realizada de forma correta e sem exageros ao organismo.

“Recomendamos as atividades de cunho aeróbico como caminhadas, corridas, andar de bicicleta, lazer na água, frescobol, futebol, entre outros. Essas atividades devem ser praticadas moderadamente e nos horários em que o sol está menos agressivo. Outro fator determinante é a condição ambiental. O excesso de calor, a alta sensação térmica e a poluição das praias (areia e água) também devem ser levadas em conta”, afirma o especialista e reforça que  com a exposição as altas temperaturas temos dois principais problemas:

 

Desidratação

             A desidratação compromete as funções vitais do nosso organismo o que prejudica não só o desempenho físico através da fadiga precoce mas também  os processos metabólicos. Com a redução de liquido no corpo o sangue fica mais espesso, a pressão arterial cai, os rins, fígado e coração passam a ter seu funcionamento prejudicado. Em estágios mais severos ocorre perda de coordenação, confusão mental e até a morte.

O corpo quando exposto ao sol, perde não só água como sais minerais também. A quantidade varia muito, principalmente pela intensidade da atividade que está sendo feita como pela característica de cada indivíduo de suar mais ou menos. É comum em uma corrida de moderada intensidade perdermos 1Kg do peso corporal. 

 

Insolação

            Os sintomas da insolação são muitos, porém podemos destacar a falta de ar, dor de cabeça, elevação da temperatura corporal, pele quente, incapacidade motora náuseas e tonturas.

            Para se evitar insolação devemos nos proteger ao máximo da exposição do sol entre 10h e 15h, passar sempre protetor solar, usar bonés, manter-se hidratado e priorizar roupas com tecidos que facilitem a transpiração.

Apesar das dificuldades que esta estação do ano possui ela ainda é a mais preferida na hora de se praticar atividades físicas. Aproveitar os aspectos positivos e tomar cuidado com os negativos é a postura mais responsável para sua saúde.

 

Dicas para a prática esportiva no verão:

  • Consumo de líquidos abundantemente;
  • Uso de Protetor Solar no corpo e rosto a cada 2hs;
  • Uso de boné, óculos e viseiras para a proteção dos olhos e cabeça;
  • Uso de roupas leves;
  • Ingerir alimentos leves, como frutas, água de côco, lanches naturais, entre outros;
  • Praticar as atividades por 45 minutos em média (4 vezes por semana), antes das 10hs e após as 17hs;
  • Realizar as atividades de forma moderada e respeitar os limites do organismo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 dicas de alimentação para 2017

Por que minhas dietas não funcionam?