Ed67 Ela está de volta e agora com o responsável pelo corpão dela!


Você não pode perder essa edição. Além dos destaques que você confere na capa da revista, você vai ver também:

* Dicas para recuperar a forma física 

* Subir e descer ladeiras pode ser eficiente para quem pratica corrida. Veja em quais casos 

* A importância do colágeno 

* O poder dos minerais na nossa saúde
* Os males que o intestino preso pode causar 

e muito mais. 

Para quem já leu a revista, aqui tem informações complementares de algumas matérias. Veja abaixo:

Treinamento Vip: Juju e Felipe Franco

Quem já leu a revista que está nas bancas, conferiu o treino que a Juju faz, juntamente com o namorado e personal Felipe Franco, quando estão viajando e longe da academia. Trata-se de um treino rápido, feito com pesos livres em que um ajuda o outro nos treinamentos. Aqui no blog, você confere o treino da Juju na academia. Para garantir músculos definidos, a loira treina quatro vezes por semana onde dá prioridade para os músculos inferiores. O treino é pesado, com alguns exercícios feitos em super-séries. O descanso e a boa alimentação também são aliados da Panicat quando o assunto é manter a forma. (Conheça a dieta completa da Juju e do Felipe na revista impressa que está nas bancas). Veja abaixo os exercícios que Juju executa na academia. Clicando sobre as fotos, você confere as séries e repetições de cada exercício. 










Em Foco  - página 64  Waldyr Soares 

Foto: Divulgação


O empresário Waldyr Soares contou na seção “Em Foco” um pouco mais sobre o momento atual do setor de Fitness e sua trajetória até se tornar um dos mais respeitados empresários de fitness. Para complementar o que foi publicado na revista, trouxemos a vocês um pouco mais sobre ele que, recentemente, recebeu da IHRSA, o prêmio por ser uma das personalidades cujas contribuições causaram um impacto significativo sobre suas comunidades e indústria mundial do Fitness e Wellness.
Sempre bem-humorado, durante a entrevista, Waldyr falou de sua vida pessoal, do carinho e amor que tem pela família, incluindo a mãe com seus 95 anos, esposa e filhos. Fala com orgulho sobre suas conquistas (aos 12 anos, foi engraxate em São Paulo) e prova o quanto a atividade física e alimentação equilibrada são garantias para uma vida melhor. Disposição não falta a ele. Se exercita diariamente em academia, se alimenta com orgânicos e, dificilmente, foge à regra quando o assunto é alimentação balanceada. Confira duas respostas dele a questões relacionadas ao mercado de fitness brasileiro. Não perca a edição impressa da revista. Lá, ele conta muito mais.

Qual a principal vantagem do mercado wellness brasileiro?
Nós estamos em um país onde se privilegia a estética e o manter-se magro. Embora o termo welness foca em saúde e nem tanto na estética, é quase impossível ser esse o único objetivo aqui no Brasil Nosso povo gosta de estar bonito, é vaidoso. Isso é uma questão cultural e ajuda a pensar mais em treinamento, reeducação alimentar, etc.

Em que patamar você espera chegar com a promoção do wellness?
Em primeiro lugar, quero instalar o Instituto Fitness Brasil em uma casa ampla onde será instalada uma academia para profissionais fazerem pesquisas com a população. Além disso, a meta é fazer com que toda população saiba da importância da qualidade de vida e do bem-estar. E, para finalizar, se tudo correr bem, acredito que em três anos chegaremos ao abatimento no imposto de renda de quem cuida da saúde. O governo já vê isso, pois a saúde está um caos. Não tem mais para onde correr. A alternativa é a prevenção e para isso é preciso ações de todos os lados realmente. 


Bebidas energéticas - página 42 

Na edição 67 trouxemos um assunto que interessa bastante quem frequenta as baladas com a companhia inseparável dos famosos energy drinks. Na matéria, explicamos como funcionam os energéticos na performance esportiva, como utilizar e quais seus efeitos e também sobre os riscos de consumir energéticos juntamente com bebidas alcoolicas. O Proteste recentemente realizou uma análise onde cita algumas  características dos energéticos vendidos atualmente, como higiene, quantidade de cafeína, preço, rotulagem, etc. Veja abaixo e compare alguns produtos que estão disponíveis no mercado.



Vida de Personal - A verdade sobre o aquecimento. 

Na matéria do professor Mauro Guiselini você conferiu uma matéria sobre o aquecimento, o que é mito e o que é fato nesse assunto. Confira abaixo, algumas exemplos de aquecimento funcional:




Culturismo - Campeonato Paulista NABBA -  página 70

Veja a classificação completa:


 





























Comportamento -  página 78



Um alerta aos professores de musculação 

O professor Alméris Armiliato falou sobre um assunto que interressa, e muito, aos professores de educação física. No artigo, publicado na revista impressa, ele comenta sobre a explosão do mercado de personal trainer e sobre a mudança que ocorreu nesse mercado consumidor de uns tempos para cá. Na opinião dele, o papel do professor também precisa mudar e o mesmo precisa ter algumas das características que ele cita abaixo. Confira na revista, outras considerações que o professor de fisiologia faz a esse respeito. 

"O professor precisa assumir sua enorme característica de liderança e interferir mais no comportamento dos alunos, precisa entender que para vários clientes não basta mais dizer: - Até amanhã ou já fez o alongamento final?
Tem que insistir no compromisso da regularidade e com sua habilidade de líder convencer o aluno a se dedicar mais. É possível fazer isso. Esses novos clientes querem isso. Querem um motivo para reorganizar suas vidas, querem uma razão especial para dizerem não aos hábitos sedentários. Afinal não são idiotas. Todos sabem da importância de combater o sedentarismo. Todos se informam. Mas, o que temos percebido que lhes falta é uma força externa para movê-los em outra direção.  Sozinhos NÃO conseguem fazer, mesmo sabendo que, em alguns casos, é uma questão de vida ou morte. Estamos diante de uma excelente oportunidade do professor transformar a vida de centenas de milhares de pessoas. E esse alerta vem porque o que temos visto não é essa mudança tão importante acontecendo numa escala suficiente.
Vejam alguns exemplos: É comum os professores receberem alunos recém -saídos da avaliação física inicial e depois de perguntarem quantas vezes esse aluno pretende vir por semana, aceitarem com naturalidade a resposta de duas vezes, e ainda se empenharem em preparar um treino que se ajuste à essa frequência que ele sabe que CERTAMENTE não levará o aluno ao resultado que deseja. Alias, a  avaliação física é outro ponto crítico nessa relação do aluno com a atividade física. Todos nós, profissionais desse mercado, sabemos que é fundamental fazer reavaliações periódicas para identificarmos com precisão as adaptações, os efeitos, etc. Por incrível que pareça, a única "pessoa" que cobra uma reavaliação numa academia é o software na catraca da academia.
Hoje, mais do que nunca, nesse mercado tão "invadido" por novos e inusitados praticantes, deve-se dar um valor maior para a reavaliação física. Nossos estudos sobre adaptações à atividade física clamam por mais informações, a motivação do aluno melhora quando faz uma BOA reavaliação e o professor pode fazer o ajuste fino no planejamento do treinamento do aluno. Então por que se faz tão pouca reavaliação física?
Outro ponto importante que gostaria de alertar aos professores é o quanto os estudos sobre comportamento, motivação e comunicação evoluíram e hoje são utilizados em larga escala por todas as empresas e profissionais que querem se manter atualizadas e eficientes.
É inalienável à qualquer profissional que queira alcançar níveis razoáveis de produtividade e eficiência estudar assuntos que transcendam as fronteiras dos aspectos puramente técnicos de sua  área de atuação.Inclua em seus estudos a gestão de pessoas.
Semana passada estava lendo um livro sobre aspectos comportamentais a serem considerados pelos profissionais da saúde. Todas as áreas estão se mobilizando para entender melhor o consumidor. Você professor, quando vai à um médico,  espera que ele considere suas variáveis pessoais ou aceita tranquilamente uma conclusão genérica e inespecífica? Faz sentido, pra você professor, isso que estou falando?
Se faz, era esse meu objetivo quando cito no inicio do artigo (que está na revista impressa), a seguinte frase:
A musculação faz maravilhas pela vida de uma pessoa.
Sim, a musculação faz maravilhas pela vida de uma pessoa.
E agora, mais do que nunca, devemos incluir: desde que praticada com regularidade, disciplina e entusiasmo.
E a responsabilidade de desenvolver isso, num enorme número de novos praticantes, é inegavelmente do professor. Mãos à obra.







Comentários

  1. Sou assinante da revista e não vejo a hora da minha revista chegar, adoro a Juju, ficou linda a capa com o casal... bjs*

    ResponderExcluir
  2. de novo ela? poderiam esperar mais um pouco...

    ResponderExcluir
  3. Oie, gostaria de saber quem é a atleta da foto na pagina 68, reportagem sobre luta de braço??
    Adoro a revista! Ótimas dicas!!

    ResponderExcluir
  4. Adoro essa revista...já compro esperando a proxima..mas fiquei com uma dúvida, a dieta do Felipe Franco que foi mostrada é na fase de hipertrofia ou definição???

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável

Qual a melhor forma de substituir o açúcar na dieta