17 de novembro: Dia Mundial da Criatividade

Confira três dicas para aguçar a sua criatividade

Para a psicoterapeuta Maura de Albanesi, todas as pessoas são criativas e ser criativo significa ‘ser natural’
 Dia 17 de novembro é celebrado o Dia Mundial da Criatividade, data que relembra a importância em ser criativo, em todos os âmbitos e fases da vida. Mas antes que você diga que não tem "boas ideias" e "vocação para ser criativo", saiba que a criatividade não é algo raro e restrito, ao contrário, todo mundo possui potencial criativo, como afirma a psicoterapeuta e líder-coach Maura de Albanesi. Ela menciona que para ser criativo basta ser natural.

"Esquecemos que lá atrás, no jardim da infância, todos nós fomos criativos. Todos nós brincamos, experimentamos e testamos ideias estranhas sem ter medo, nem vergonha. Ainda não tínhamos aprendido a não fazer isso, já que o medo da rejeição social é algo que só aprendemos com a idade", afirma.
Maura também lembra que ser criativo não significa - necessariamente - estar ligado à capacidade artística ou ter um milhão de ideias incríveis. "É mais importante ter uma ideia única que muda tudo, ou mesmo, encontrar uma solução prática que resolverá o seu problema".

Todas as pessoas têm criatividade adaptativa, que se trata de analisar quais são os recursos disponíveis, fazer uma lista de possíveis soluções e escolher a que melhor definirá o resultado. Por exemplo, um sapato é útil como calçado, mas dependendo da situação, você pode usá-lo para atingir algum inseto (barata, formiga, etc). "Provavelmente, você já fez isso. Então, saiba que utilizou a sua capacidade adaptativa, já que usou o recurso que tinha para resolver o problema. Isso contribuiu também para ampliar as possiblidades e abrir a sua mente", finaliza.

Para aguçar o seu potencial criativo, a psicoterapeuta sugere três passos:

1 - Acredite em si mesmo. Esqueça a ideia de que criatividade é algo distante da sua realidade. "Você apenas precisa pensar. A criatividade está dentro de você".

2- Não se autocensure e liberte sua criatividade. "Anote em um papel as suas ideias. Por mais absurdas que elas sejam para você, não se esqueça que ideias incomuns podem fazer a diferença. Portanto, tente não censurá-las".

3 - Você tem mais de uma opção. Isso mesmo, esqueça o conceito de que existe apenas uma alternativa a seguir. "Não cultive a ideia de que um determinado problema somente possui uma única solução". Pense melhor e procure se adaptar ao que é possível.

Fonte: Maura de Albanesi é mestranda em Psicologia e Religião pela PUCSP, Pós-Graduada em Psicoterapia Corporal, Terapia de Vivências Passadas (TVP), Terapia Artística, Psicoterapia Transpessoal e Formação Biográfica Antroposófica, atua com o ser humano há mais de 30 anos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável

Qual a melhor forma de substituir o açúcar na dieta