Crise de rinite ou resfriado? Saiba diferenciar essas doenças no frio

           Durante a época mais fria do ano, é comum a irritação do nariz, espirros e coriza constantes. Muitos podem confundir esses sintomas de gripe ou resfriado com aqueles causados por crise de rinite alérgica. A alergologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Yara Mello, explica como as pessoas podem identificar cada um dos problemas e reforça as formas de prevenção. 

          O diagnóstico preciso exige observação detalhada dos sintomas. Mas antes disso, de acordo com a médica, é preciso entender cada um desses problemas. “Assim como a gripe e o resfriado, a rinite começa impactando o nariz, que é o primeiro local por onde passa o ar, que pode conter impurezas, até alcançar os pulmões. Mas, no caso da rinite alérgica, são antígenos e alérgenos que entram pelas vias nasais, ao contrário das outras duas, causadas por vírus e bactérias.” 

         A confusão acontece porque, em ambos os casos, as reações do organismo para garantir a imunidade e expulsar as “substâncias invasoras” é semelhante: irritação do nariz, espirros e coriza constantes. “A diferença é que a gripe e o resfriado possuem agravantes como febre, dor no corpo, mal estar e indisposição”, garante. 

       No entanto, as dicas para prevenção de todas elas é semelhante: evitar lugares aglomerados, úmidos e embolorados; deixar sempre a janela aberta para circulação do ar em ambientes fechados; lavar as mãos constantemente; e não levar as mãos sujas aos olhos e, principalmente, ao nariz, entre outros. “No caso da contaminação por gripe ou resfriado e em casos de crise de rinite alérgica, remédios contendo anti-histamínicos, que servem de base para os antialérgicos, estão entre as recomendações dos médicos.”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A vida pede atitude. Movimente-se

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável