Vai andar de bike no fim de semana?


Itens como capacete, óculos e um bom alongamento tornam a atividade mais segura e com melhores resultados para a saúde

A popularização do uso de bicicletas em centros urbanos mostra que as pessoas têm buscado opções de lazer mais baratas e saudáveis. Segundo o Dr. Ricardo Nahas, médico do Esporte e coordenador do Centro de Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital 9 de Julho, para que o passeio não acabe mal, é preciso tomar alguns cuidados.

Segundo o especialista, o verão nos dá mais disposição para atividades físicas e o crescimento das ciclovias mostra o quanto a população tem interesse por práticas saudáveis. “Só não podemos descuidar dos itens de segurança e de preparar o corpo antes do exercício”, salienta.

Saiba como se preparar para os dias de pedalada:
   Aquecimento: antes de qualquer atividade física é preciso aumentar gradativamente o esforço para o corpo ficar mais preparado para a movimentação que terá, o que diminui o risco de lesões;

   Selim: a altura ideal é no nível do períneo (região dos órgãos genitais) até o chão. É importante que os joelhos fiquem levemente flexionados quando a pessoa estiver sentada no selim;

   Guidão: a altura está correta quando o corpo não está projetado para frente, ou seja, quando fica ereto em cima da bicicleta;

    Capacete: protege de lesões no crânio, se houver queda. Pontos importantes sobre esse item:
        - Precisa ter cinta com tamanho adaptável e uma boa trava de segurança evitando que saia da cabeça em caso de queda;
      - Checar se há informações como modelo, peso e se o equipamento deve ser trocado em caso de forte impacto e tempo de uso.

    Óculos, joelheira e cotoveleira: não são obrigatórios, mas são úteis para proteger os olhos de poeira e insetos, e reduzir o impacto nas articulações em caso de eventuais acidentes;

   Garrafa de água: hidratação é fundamental, especialmente nos dias mais quentes ou em atividades mais longas. Tenha um espaço para colocar a sua na bike.

  Roupas: use roupas confortáveis e leves que permitam a amplitude de movimentos, a liberação de suor e sejam preferencialmente claras para melhor visualização - se pedalar a noite, use as que possuem sinalização adequada para refletir a luz. Evite calças largas e cuidado com o cadarço do tênis, ambos podem prender na corrente e causar acidentes.

O Dr. Nahas salienta que, se o objetivo for maior do que lazer, como a participação em competições, por exemplo, é importante passar por avaliação médica. “Atividades que requerem maior dedicação e exigem mais do corpo precisam de acompanhamento multidisciplinar para a aprimoramento da performance e diminuição de riscos” explica.

Sobre o Hospital 9 de Julho: fundado em 1955, em São Paulo, o Hospital 9 de Julho tornou-se referência em medicina de alta complexidade e tem focado seus investimentos no atendimento a traumas (incluindo médicos especializados em queimados) e nos Centros de Referência: Centro de Dor e Neurocirurgia Funcional; Rim e Diabetes; Cálculo Renal; Cardiologia; Oncologia; Gastroenterologia; Controle de Peso, Infusão, Medicina do Exercício e do Esporte; Reabilitação; Clínica da Mulher e Longevidade.
Com cerca de dois mil colaboradores e quatro mil médicos cadastrados, o complexo hospitalar possui 350 leitos, sendo 78 leitos nas Unidades de Terapia Intensiva, especialistas em procedimentos de alta complexidade

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gosta de abacaxi? Saiba quais são os benefícios da fruta para o organismo

A vida pede atitude. Movimente-se