Cuidados ao receber remédios em domicílio


Os brasileiros estão consumindo cada vez mais medicamentos. O país está entre os seis maiores mercados farmacêuticos do mundo, segundo dados do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Mas não basta ter acesso. É preciso fazer o uso correto para obter os melhores resultados. Alguns remédios requerem cuidados específicos para que não percam a eficácia. Por isso, o paciente deve se atentar para a conservação, do contrário, o tratamento pode ser comprometido.

O IBPT estima que o faturamento das farmácias e drogarias atinja R$ 54,18 bilhões, em 2015. Tudo isso em consequência do aumento do consumo de medicamentos. Segundo o Instituto, o acesso à informação, a expansão dos usuários de planos e de seguros privados de saúde, os aumentos no uso da rede pública, entre outros aspectos, estimularam as pessoas a procurarem por médicos, consultórios, unidades básicas de saúde, prontos-socorros e hospitais, gerando uma demanda maior destas drogas.

A 4BIO Medicamentos Especiais é um exemplo disso, a empresa expandiu suas vendas e cresce 50% ao ano desde que foi fundada, em 2005. Responsável pela distribuição de medicamentos de alto custo e desenvolvidos por biotecnologia para diversas especialidades, garante a qualidade dos remédios desde que saem da indústria até o momento da entrega para o paciente, sejam refrigerados ou não. “Orientamos por telefone no ato da compra. Todas as embalagens são validadas e enviamos instruções de como manipular e conservar o medicamento”, explica a farmacêutica da 4BIO, Maristela Siqueira. Para isso, a companhia investe na qualidade logística e também na inovação. Um exemplo é a implantação de chips nas embalagens para controlar a temperatura durante o transporte.

Contudo, todo o cuidado da empresa será inútil se o paciente não manusear os remédios corretamente ao recebê-los. Por isso, Maristela destaca alguns procedimentos básicos:

Medicamentos refrigerados
• Devem ser retirados da caixa de isopor ou bolsa térmica e mantidos na caixa do fabricante ou laboratório
• Manter em temperatura entre 2°C a 8°C em geladeira
• Armazenar no centro da geladeira (prateleiras do meio) e separados de alimentos e bebidas
• Nunca colocar o medicamento na porta da geladeira, congelador ou gavetas

Medicamentos não refrigerados
• Manter em temperatura ambiente (entre 15° e 30°)
• Devem estar protegidos de luz, calor e umidade
• Não guardar no banheiro ou cozinha, devido a umidade e calor destes ambientes
• Não congelar

Seguindo corretamente as orientações do médico e tomando os cuidados necessários com os remédios, o tratamento será ainda mais bem sucedido.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gosta de abacaxi? Saiba quais são os benefícios da fruta para o organismo

A vida pede atitude. Movimente-se