VARIZES EM ADOLESCENTES



Hereditariedade e ritmo de vida moderno são os principais fatores

No Brasil, 35% da população adulta no Brasil apresenta problemas com varizes. Em 70% dos casos, surgem antes dos 30 anos de idade e 20 anos depois aparecem as complicações.  

Com o ritmo de vida moderno e fatores hereditários, as varizes estão surgindo cada vez mais cedo, alguns adolescentes já apresentam os sinais da doença. O número de casos atendidos ainda é pequeno porque as pessoas cometem o erro de tratar as varizes somente na fase adulta, quando as pernas começam a doer e a preocupação estética aumenta.

A vida moderna tem uma relação direta com a alimentação. O consumo excessivo de doces, refrigerantes e fast-food prejudica a circulação e favorece o surgimento de varizes. Os pais devem proporcionar uma alimentação saudável e equilibrada a seus filhos desde o nascimento, pois as crianças desenvolvem até os dois anos de idade praticamente a mesma quantidade de células gordurosas de um adulto. Se houver casos na família, o cuidado deve ser maior.

"Os pais devem ter a consciência de que quanto mais cedo tratar, melhores são os efeitos. O método da espuma é bastante eficaz em todas as idades. É possível tratar as varizes sem cirurgia e com ótimos resultados", afirma o Prof. Dr. Eduardo Toledo Aguiar - diretor clínico da Spaço Vascular, professor livre-docente de Cirurgia Vascular da USP, membro da ABFL - Associação Brasileira de Flebologia e Linfologia (sociedade dedicada exclusivamente ao estudo das doenças venosas e linfáticas) e da Union Internationale de Phlébologie.

A busca por um corpo ideal e a prática de exercícios físicos em exagero é outro fator que merece atenção. "Os esportes de alto impacto ou que exigem sobrecarga muscular devem ser feitos sob orientação profissional. Indivíduos com predisposição genética devem ficar atentos ao surgimento das varizes", complementa Dr. Eduardo Toledo.

A prevenção através de uma alimentação balanceada e o tratamento precoce são fundamentais para a saúde e a estética das pernas na vida adulta.

 Dr. Eduardo Toledo Aguiar é diretor clínico da Spaço Vascular, professor livre-docente de Cirurgia Vascular da USP, membro da ABFL - Associação Brasileira de Flebologia e Linfologia (sociedade dedicada exclusivamente ao estudo das doenças venosas e linfáticas) e da Union 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gosta de abacaxi? Saiba quais são os benefícios da fruta para o organismo

A vida pede atitude. Movimente-se