Conheça 6 equipamentos essenciais para aproveitar as ciclovias da Capital paulista

                      A ciclovia da Avenida Paulista foi inaugurada no último domingo (28)

       Com as inaugurações do último final de semana, a cidade de São Paulo já conta com cerca de 307,4 km de ciclovias. Outra obra que pretende ser entregue em breve é o trecho de 5 km faixa embaixo do Minhocão, no centro.

      Segundo uma pesquisa do volume de bicicletas que circulam pela Paulista realizado pela CET, o número de ciclistas que passou a circular na Avenida Paulista durante a realização das obras da ciclovia subiu 51% no período da manhã, entre 7h e 10h. O estudo mostra que aumentou de 85 para 129 o número de ciclistas que passaram em ambos os sentidos no período de três horas antes e depois do início das obras.

      Apesar da estrutura das novas ciclovias, os ciclistas de primeira viagem e praticantes fiéis dos passeios de bike devem estar sempre atentos aos equipamentos certos antes de sair pedalando. Nos últimos anos, a Avenida Paulista registrou pelo menos duas mortes e um acidente grave envolvendo ciclista.

O consultor Pedro Lacaz - Gerente da divisão Outdoor da Nautika

(www.nautikalazer.com.br) - empresa especializada em lazer e aventura, lista seis acessórios essenciais para um passeio de bicicleta seguro e confortável.

Capacete
O acessório é o mais importante durante a pedalada, porém ainda existem aventureiros que evitam usá-lo. O ideal são capacetes com múltiplos ajustes, que fique bem preso à cabeça e sem folgas. Adesivos refletivos na parte de trás e na lateral também são fundamentais.

Mochilas funcionais
A mochila pode ser muito mais que um peso que carrega seus pertences. Há várias alternativas no mercado de mochilas que facilitam a vida de quem anda de bike. Há as opções com sistema de corta vento, para minimizar o esforço durante a pedalada, e com sistema de ventilação, para diminuir a temperatura do corpo e o peso da mochila. Outra opção é usar uma mochila de hidratação, que facilita o consumo de água durante o percurso. Um exemplo é a mochila M.U.L.E, da Camelbak, que possui reservatório de 3 litros de água, tiras refletivas nas alças, fivela porta capacete e sistema de ventilação nas costas.

Lanterna de sinalização
Muitos grupos de ciclistas preferem praticar o esporte à noite, pela temperatura, falta de tempo durante o dia ou menor tráfego. Neste caso, o uso de uma lanterna é essencial para iluminar o caminho e sinalizar a presença do ciclista.

Óculos para proteção dos olhos
Durante a pedalada, pequenos detritos do asfalto, poeira e folhas podem atingir os olhos e causar acidentes. Por isso, é essencial utilizar óculos de proteção. Dê preferência a modelos com lentes que possibilitam a troca entre as transparentes (para dias nublados ou noite) e escuras (para dias ensolarados).

Bolsas de selim
Quando você quer pedalar apenas com a chave de casa, o documento e dinheiro, levar na mão ou no bolso pode ser perigoso. Nestes casos, é possível utilizar bolsas de selim. Mas cuidado com a segurança do acessório. É importante que ela tenha uma trava e visibilidade no escuro.


Estojo de ferramentas
Já existem no mercado estojos pequenos, leves e práticos com ferramentas para bikes com múltiplas funções. A ferramenta Bike Tool da marca Aztec é um dos exemplos presentes no mercado para ajudar o ciclista em casos mais simples, como apertar um parafuso, até achar uma bicicletaria mais próxima.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 dicas de alimentação para 2017

Por que minhas dietas não funcionam?