Conheça 6 equipamentos essenciais para aproveitar as ciclovias da Capital paulista

                      A ciclovia da Avenida Paulista foi inaugurada no último domingo (28)

       Com as inaugurações do último final de semana, a cidade de São Paulo já conta com cerca de 307,4 km de ciclovias. Outra obra que pretende ser entregue em breve é o trecho de 5 km faixa embaixo do Minhocão, no centro.

      Segundo uma pesquisa do volume de bicicletas que circulam pela Paulista realizado pela CET, o número de ciclistas que passou a circular na Avenida Paulista durante a realização das obras da ciclovia subiu 51% no período da manhã, entre 7h e 10h. O estudo mostra que aumentou de 85 para 129 o número de ciclistas que passaram em ambos os sentidos no período de três horas antes e depois do início das obras.

      Apesar da estrutura das novas ciclovias, os ciclistas de primeira viagem e praticantes fiéis dos passeios de bike devem estar sempre atentos aos equipamentos certos antes de sair pedalando. Nos últimos anos, a Avenida Paulista registrou pelo menos duas mortes e um acidente grave envolvendo ciclista.

O consultor Pedro Lacaz - Gerente da divisão Outdoor da Nautika

(www.nautikalazer.com.br) - empresa especializada em lazer e aventura, lista seis acessórios essenciais para um passeio de bicicleta seguro e confortável.

Capacete
O acessório é o mais importante durante a pedalada, porém ainda existem aventureiros que evitam usá-lo. O ideal são capacetes com múltiplos ajustes, que fique bem preso à cabeça e sem folgas. Adesivos refletivos na parte de trás e na lateral também são fundamentais.

Mochilas funcionais
A mochila pode ser muito mais que um peso que carrega seus pertences. Há várias alternativas no mercado de mochilas que facilitam a vida de quem anda de bike. Há as opções com sistema de corta vento, para minimizar o esforço durante a pedalada, e com sistema de ventilação, para diminuir a temperatura do corpo e o peso da mochila. Outra opção é usar uma mochila de hidratação, que facilita o consumo de água durante o percurso. Um exemplo é a mochila M.U.L.E, da Camelbak, que possui reservatório de 3 litros de água, tiras refletivas nas alças, fivela porta capacete e sistema de ventilação nas costas.

Lanterna de sinalização
Muitos grupos de ciclistas preferem praticar o esporte à noite, pela temperatura, falta de tempo durante o dia ou menor tráfego. Neste caso, o uso de uma lanterna é essencial para iluminar o caminho e sinalizar a presença do ciclista.

Óculos para proteção dos olhos
Durante a pedalada, pequenos detritos do asfalto, poeira e folhas podem atingir os olhos e causar acidentes. Por isso, é essencial utilizar óculos de proteção. Dê preferência a modelos com lentes que possibilitam a troca entre as transparentes (para dias nublados ou noite) e escuras (para dias ensolarados).

Bolsas de selim
Quando você quer pedalar apenas com a chave de casa, o documento e dinheiro, levar na mão ou no bolso pode ser perigoso. Nestes casos, é possível utilizar bolsas de selim. Mas cuidado com a segurança do acessório. É importante que ela tenha uma trava e visibilidade no escuro.


Estojo de ferramentas
Já existem no mercado estojos pequenos, leves e práticos com ferramentas para bikes com múltiplas funções. A ferramenta Bike Tool da marca Aztec é um dos exemplos presentes no mercado para ajudar o ciclista em casos mais simples, como apertar um parafuso, até achar uma bicicletaria mais próxima.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gosta de abacaxi? Saiba quais são os benefícios da fruta para o organismo

A vida pede atitude. Movimente-se