Saiba quais exames não podem faltar antes de começar a correr





Luiz Augusto Lavalle, cardiologista do Hospital São Vicente - FUNEF, explica que a avaliação pré-participação varia de acordo com a idade e a intensidade desejada para a atividade física

          Entrar em forma e manter a saúde em dia é um desejo de grande parte dos brasileiros. E uma das maneiras de conseguir um resultado satisfatório e prazeroso é a corrida de rua. Mas antes de dar o pontapé inicial na atividade física que conta com mais de 6 milhões de adeptos no Brasil, é necessário passar por uma Avaliação Clínica de Pré-Participação (APP). 

         “Nessa avaliação, o médico vai solicitar exames, de acordo com a idade, para verificar a possibilidade de presença de doenças". 

         Nos casos mais simples, além da avaliação clínica inicial, são realizados eletrocardiograma, hemograma completo, glicemia de jejum, ureia e creatinina, lipidograma completo e ácido úrico. “Hepatograma (TGO, TGP, gama-GT, bilirrubinas, TAP/INR), exame de urina e exame parasitológico de fezes completam a lista”, detalha o especialista.  

         Já os exames funcionais, como o teste de esforço, ecocardiograma de estresse e cintilografia, são indicados para atletas ou pessoas com mais de 60 anos de idade. “Fora desse quadro, a necessidade de exames funcionais vai depender dos resultados da Avaliação Clínica Pré-Participação. Se houver alguma normalidade na APP, pode resultar em outros tipos de exames cardiológicos e não cardiológicos”, lembra Lavalle.

Atestado liberatório

Ao final da avaliação o médico terá de fornecer ao paciente um atestado de aptidão ou liberatório para as corridas. Neste atestado, deverá constar o tipo de esporte para o qual a pessoa está apta de acordo com uma classificação específica que leva em conta a estática e a dinâmica da modalidade. “Não há nada que substitua a avaliação clínica inicial”, completa o médico.

Exames obrigatórios na Avaliação Clínica de Pré-Participação (APP):

·         Eletrocardiograma;
·         Hemograma completo;
·         Glicemia de jejum, ureia e creatinina;
·         Lipidograma completo;
·         Ácido úrico;
·         Hepatograma (TGO, TGP, gama-GT, bilirrubinas, TAP/INR);
·         Exame de urina;
·         Exame parasitológico de fezes. 

Exames obrigatórios para pessoas acima de 60 anos ou atletas:

·         Teste de esforço;
·         Ecocardiograma de estresse;
·         Cintilografia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A vida pede atitude. Movimente-se

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável