Aproveite o melhor das delícias juninas sem brigar com a balança


       Junho chegou e com ele as quermesses e festas juninas recheadas de tentações e delicias típicas da época. É impossível escapar de paçocas, canjicas, arroz doce, cachorro-quente, bolos e das deliciosas receitas com milho. Como aproveitar todas as comidas típicas da época sem brigar com a balança? A nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Cintya Bassi, dá dicas para você que deseja não se privar das delicias de São João.
      Os principais vilões dessa época são os alimentos com maior quantidade de açúcar e gordura e consequentemente mais calóricos, “Nesse grupo podemos incluir o amendoim, paçoca, doce de abóbora e cachorro quente como os mais calóricos. Os menos calóricos são a pipoca e o milho, desde que consumidos sem manteiga”, diz Cintya Bassi. Porém há maneiras de reduzir essas calorias, uma delas é fazer a sua festa em casa optando por receitas adaptadas. “Existem pratos típicos que podem substituir o açúcar por adoçante sem comprometer o sabor, como paçoca, doce de abóbora e bolos, tornando as receitas menos calóricas”, explica.

    A moderação é a chave na hora de consumir as bebidas, o vinho quente é o mais calórico, com cerca de 200 calorias a porção, quentão e suco de uva têm praticamente a mesma quantidade, “O primeiro possui entre 100 e 130 calorias dependendo da receita e o suco possui cerca de 140 calorias em um copo, por isso tome cuidado com a quantidade ingerida” diz Cintya.

Amendoim - A principal características do amendoim é ser fonte de ácidos graxos monoinsaturados, as gorduras boas, que contribuem para reduzir o colesterol ruim (LDL), aumentar o colesterol bom (HDL) e diminuir a oxidação celular e fibras que auxiliam o funcionamento intestinal e prolongam a sensação de saciedade. Mas ele contém ainda outros nutrientes como ferro, fósforo e potássio. Apesar disso, além de ser um alimento de alta densidade calórica, contendo cerca de 550 calorias na porção de 100g, muitas vezes é torrado com sal, o que o torna um alimento que deve ser consumido com muita cautela e moderação.

Paçoca – A paçoca é basicamente a mistura entre amendoim e açúcar. As versões originais são carregadas de açúcar e não devem fazer parte de uma dieta habitual. Porém hoje, já encontramos versões light que oferecem além do sabor, mais saúde ao organismo.
Pipoca – A pipoca preparada em casa é um alimento benéfico, porque contém boa quantidade de fibras e ainda um pouco de vitamina A. Porém devemos evitar acrescentar temperos industrializados ou gorduras (margarina) na preparação, a fim de ressaltar o sabor, para não tornar o alimento prejudicial. O mesmo vale para a pipoca de micro-ondas que contém quantidades significativa de gordura.

Doce de abobora - A abóbora é um vegetal muito rico em nutrientes, o que a associa em estudos, com a redução de alguns tipos de câncer e problemas cardiovasculares, além de conferir proteção a visão, devido a quantidade de vitamina A. O que ocorre com o doce de abóbora é o mesmo que acontece com a paçoca, nesse caso acrescenta-se açúcar, um alimento que não possui nutrientes, apenas calorias, provocando uma rápida elevação nos níveis de açúcar no sangue e otimizando o depósito de gordura nas células.

Quentão – A bebida típica possui boas propriedades, como o gengibre, que entre outras coisas fortalece o sistema imunológico. Porém o álcool e o açúcar também estão presentes na preparação. Se possível, deve se optar pela versão sem álcool, o que diminui a oferta calórica, porém ainda assim, deve ser consumido com moderação.

Cachorro quente – Mais um alimento que deve ser evitado ou consumido com moderação, pois seu ingrediente principal, a salsicha é uma fonte importante de gordura saturada, que estimula o aumento de colesterol LDL e aumenta o risco de doenças cardiovasculares. Além disso, possui alta concentração de sódio, corantes e conservantes.

Milho – É um cereal rico em carboidratos e outros nutrientes como vitamina B1 e B2, vitamina E e fibras. Além de possuir dois importantes antioxidantes que contribuem para a saúde da visão, zeaxantina e luteína. O alimento in natura é saudável, porém devemos evitar o acréscimo de excesso de sal e margarina ou manteiga.

Pipoca doce – A pipoca como vimos é um bom alimento, porém a versão doce é acrescida de açúcar, alimento que deve ser evitado.

Bolo de milho – O bolo de milho é mais um alimento que pode ser consumido, porém com moderação, já que possui açúcar e gordura. Além disso, o melhor é preparar o bolo com o alimento in natura.

Pé de moleque – Mesmo caso da paçoca, o amendoim é um alimento nutritivo embora calórico, porém o pé de moleque é muito rico em açúcar. Por isso deve ser evitado, ou consumido com moderação.

Maçã do amor – A melhor opção é sempre consumir a fruta in natura, que é rica em pectina, fibra que auxilia na redução de colesterol. Porém a maçã do amor, é mergulhada entre outras coisas no açúcar, por isso, deve ser consumida com moderação.

Bolo de fubá – O bolo de fubá possui baixo valor nutricional, portanto também deve ser consumido com moderação.

Canjica Light
Ingredientes:
250 g de milho para canjica
3/4 xícara (chá) de leite em pó desnatado
2 xícaras (chá) de leite desnatado
1/2 xícara (chá) de adoçante granular
1/2 vidro de leite de coco light
2 canelas em pau
2 cravos-da-índia
1/2 colher (sopa) de margarina light

Preparo:
Numa tigela, coloque os grãos da canjica e cubra com bastante água, deixando de molho por no mínimo 12 horas. Após escorra a água da canjica e transfira para uma panela de pressão. Cubra com bastante água, feche a panela e leve ao fogo alto para cozinhar.
Quando a panela pegar pressão, abaixe o fogo e deixe por aproximadamente 30 minutos.
Desligue o fogo e deixe a panela esfriar até que saia toda a pressão e após abra a panela e  verifique se a canjica está macia. Se estiver, retire-a da panela e escorra a água, se não cozinhe por mais alguns minutos.
Em outra panela, misture o leite desnatado, o leite em pó, o adoçante, o leite de coco, a canela e o cravo-da-índia, misturando bem. Acrescente os grãos da canjica cozida e mexa. Em seguida, adicione a margarina e leve a panela no fogo médio por cerca de 10 minutos, mexendo sempre.
Retire do fogo e transfira a canjica para uma tigela. Sirva quente ou fria.

Calorias: 70,0 cal/porção

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A vida pede atitude. Movimente-se

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável