5 razões para comer amendoim

                          
            Além de ser comprovadamente saudável, saboroso e fácil de ser encontrado, o amendoim está presente no dia a dia do brasileiro em diferentes momentos, seja em confraternizações, como aperitivo, ou como ingrediente de alguma receita.

          Veja os cinco principais motivos pelos quais o amendoim deve ser incluído no cardápio a partir de já. As dicas são da Vanderlí Marchiori, nutricionista da ABICAB (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados).

1 – Efeito Anticancerígeno

Rico em fitoesteróis, que agem no organismo em diferentes frentes – inibindo a proliferação celular, estimulando a morte de tumores e modificando alguns dos hormônios que levam ao crescimento destes. Além disso, evidências apontam para a redução de casos de Mal de Alzheimer e doenças cardiovasculares, e prevenção de Diabetes tipo 2;

2 – É uma gordura do bem
Rico em ácidos graxos monoinsaturados, conhecidos como gordura do bem, eles contribuem para evitar o aparecimento de doenças cardiovasculares, como a aterosclerose (entupimento das artérias);

3 – Fortalece a estrutura óssea
Por ser rico em cálcio, o amendoim ajuda a prevenir a osteoporose e deve ser sempre consumido em conjunto com magnésio. “Uma ótima sugestão é o consumo de pasta de amendoim misturada ao homus, rico em magnésio, na forma de patê. É uma receita fácil, saborosa e que pode substituir a manteiga ou a margarina no café da manhã”, indica a especialista.

4 – Afasta o mau humor
O amendoim é rico em vitaminas do complexo B, essenciais ao sistema nervoso. Além disso, são auxiliares na digestão e afastam o mau humor, por ajudarem na formação de neurotransmissores como a serotonina, que é sinônimo de bem-estar;

5 – Grande aliado da nutrição humana
Fonte de proteína vegetal, fibra dietética, vitaminas, antioxidantes, minerais e fitoquímicos.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável

Qual a melhor forma de substituir o açúcar na dieta