10 dicas para evitar lesões na academia





Em tempos de culto ao corpo, muitas pessoas passam a frequentar academias e praticar musculação. Um dos grandes perigos é querer apressar os resultados, excedendo repetições e pesos apropriados ao treino, ocasionando assim, lesões. Para que isso não ocorra, o professor do curso de Educação Física do Centro Universitário Módulo, Rodrigo Vitasovic, listou algumas dicas para seguir uma vida saudável na academia. 
  • Faça um check-up médico. Procure um cardiologista para fazer um teste de tolerância ao esforço para verificar se sua saúde cardiovascular está condizente com os exercícios que pretende realizar. 
  • Faça uma avaliação física. Ela é uma ferramenta essencial para prescrição do seu treino. Além de determinar a carga que você pode executar de acordo com seu objetivo, auxilia a determinar erros posturais, falta de equilíbrio do tônus e força muscular de diferentes membros do seu corpo. 
  • Faça o aquecimento adequado. Não chegue na academia alongando sua musculatura, sem antes fazer um aquecimento. Primeiro eleve a temperatura do seu corpo. Lubrifique as articulações que serão utilizadas com movimentos específicos, realize exercício de propriocepção (percepção que permite a manutenção do equilíbrio postural e a realização de diversas atividades práticas), para ativar as musculaturas profundas e que dão suporte as suas articulações, e verifique com seu professor se o alongamento será mesmo necessário. 
  • Boa execução sempre. Existem diferentes tipos de metodologias de treinamento. Cada qual com sua maneira de execução. Leve em consideração o tempo de intervalo, número de repetições e carga também neste item! São variáveis do treinamento que fazem toda a diferença no seu resultado. 
  • Peça ajuda quando necessário. Alguns tipos de treino exigem que você utilize de 80 a 100% de sua força. Nestes casos, peça auxílio na execução do exercício, para evitar que seu músculo perca a capacidade de executar a força e você "trave". Isso pode gerar acidentes graves! 
  • Coloque sempre a presilha de aço nos pesos, mesmo que você seja um atleta experimente. Acidentes podem acontecer! 
  • Informe seu instrutor das dores que sente. A famosa frase "No pain no gain" deve ser aplicada de maneira correta. Se a dor é percebida durante a execução do movimento, indica que algo está errado. Já a dor de início tardio, geralmente observada 48 horas após a realização do exercício, é normal. 
  • Para uma boa técnica de execução, é preciso concentração. Portanto, evite conversas e olhares paralelos durante a execução do movimento. 
  • Descanse, tenha uma boa alimentação e se hidrate corretamente, para que seus objetivos sejam alcançados. 
  • Procure sempre um instrutor para montar seu treino e atualizá-lo sempre, além de ajudá-lo quando necessário.









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A vida pede atitude. Movimente-se

Dicas para uma ceia de Natal mais saudável