Medicina Psicossomática: mente sã, corpo são

Pequenas pausas durante as atividades são essenciais para manter o equilíbrio físico e mental

Ter uma mente saudável e relaxar o corpo não é das tarefas mais fáceis nos dias atuais. A correria do dia a dia, as preocupações e responsabilidades tomam conta de nossa mente e tempo. Contudo, é importante ter consciência de que esse corpo que habitamos é o mesmo que nos acompanhará por toda a vida, e devemos tratar este assunto com a mesma atenção que damos a todos os outros.

De acordo com José Moromizato, médico e palestrante, hoje considerado um dos grandes incentivadores da medicina psicossomática, o corpo reflete o que as pessoas pensam e sentem. “A medicina Psicossomática estuda a cura de moléstias orgânicas através de uma mente saudável. Do ponto de vista psicossomático, um corpo tenso possui uma circulação sanguínea prejudicada, devido ao fechamento dos vasos. Já o indivíduo que tem a prática diária de relaxar, possui os vasos sanguíneos propensos a ter maior elasticidade, e o sangue passa a circular com maior facilidade pelo corpo, chegando às extremidades com mais eficiência”, alerta o especialista.

Para o médico, pequenas pausas durante as atividades são imprescindíveis para que possa manter o equilíbrio e a competência de se trabalhar sobre pressão. “Podemos comparar o corpo humano com uma máquina. Por exemplo: um carro que faça viagens longas sem parar pode esquentar muito o motor e até fundir. Já um carro que percorra a mesma distância, mas que faça paradas para esfriar, com certeza terá um motor com maior duração”, afirma.

Relaxar permite que a pessoa sinta o bem estar interior e tenha mais calma e tranqüilidade para solucionar problemas e enfrentar a batalha do dia a dia, sem que a pressão e o peso das responsabilidades a prejudique. “Geralmente, cada um resolve os problemas de acordo com o que está no seu inconsciente. Se uma pessoa tem muitas mágoas, ressentimentos, falta de auto estima guardados no seu inconsciente, ela tem a tendência a resolver os problemas de forma destrutiva, ao contrário daquela que não tem o inconsciente tão sobrecarregado, e consegue ver de fora os problemas”, ressalta Moromizato.

Para a medicina psicossomática, sábio é aquele que tem por objetivo não apenas a satisfação profissional e financeira, mas sim aquele que tem consciência de que, sem saúde física e mental, não é possível desfrutar destes benefícios. “As pessoas que não reservam um momento, cinco minutos ou dez, para cuidar do seu bem-estar, estão escravizadas pelo trabalho, ou pela cobrança de si próprias. Isso leva ao perfeccionismo e, muitas vezes à obsessão por trabalho, tornando-se um workaholic”, aconselha.

O médico diz que a cultura do brasileiro é, erroneamente, cuidar do corpo apenas quando observa doenças ou falhas. Entretanto, ele acredita que a prevenção é o melhor remédio, e dá a dica: “cuidar de si é cuidar da pessoa que mais amamos. Respeitar nossos limites e valorizar a vida requer atenção cuidado e, principalmente, consciência de que devemos cuidar agora para ter sempre amanhã”.

A dica é procurar descansar ao menos por 5 minutos diários, mesmo que seja sentado na cadeira do escritório. O ideal é deitar-se (pode ser no chão) por 15 minutos para melhorar a circulação sanguínea, manter a mente quieta e desligar os pensamentos. Outra dica importante é não comer sentindo raiva, preocupação ou amargura, pra não causar uma indigestão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gosta de abacaxi? Saiba quais são os benefícios da fruta para o organismo

A vida pede atitude. Movimente-se